Olhar Conceito

Quinta-feira, 19 de maio de 2022

Notícias | Literatura

diário de autocura

Livro póstumo que mostra processo de aceitação da morte por câncer é lançado na UFMT

Foto: Divulgação

Bárbara Ceotto morreu em 2011, em decorrência de câncer no rim

Bárbara Ceotto morreu em 2011, em decorrência de câncer no rim

Bárbara Ceotto foi jornalista, e morreu de câncer há cinco anos. Nesta sexta-feira (15), seu companheiro à época, Leandro Rodrigues, vem para Cuiabá para lançar seu livro póstumo, “Diário de Autocura”. Nele, Bárbara fala sobre a vida depois que descobriu o câncer incurável e a preparação para a morte de forma madura e saudável.

Leia mais:

Médium e pneumologista vem a Cuiabá com palestra sobre o 'Despertar da Consciência'

O lançamento acontece às 19h30 na Universidade Federal de Mato Grosso, e tem entrada franca. No livro, a jornalista fala sobre as consequências de adiar o aprendizado sobre a morte e como está ao alcance de cada um melhorar a si próprio.

De acordo com a assessoria, Bárbara foi repórter e produtora de editoriais por mais de dez anos, destaque no 27° Prêmio Abril de Jornalismo em 2002 e no 31° Prêmio Abril de Jornalismo em 2006. Ela também estudou yoga e decidiu se tornar professora.

Foi em 2007 que descobriu o câncer incurável no rim esquerdo, e em 2008 passou a ser voluntária da Conscienciologia. Bárbara morreu em 2011, aos 37 anos de idade, e deixou no livro o resultado de sua autopesquisa e autossuperação.

Palestra

Leonardo Rodrigues, também responsável pela revisão e finalização da obra junto à editora, estará à frente do lançamento. No dia anterior, quinta (14), ele também ministrará uma palestra sobre como fazer um mapeamento energético, na UFMT.

Promovido pelo Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC) de Cuiabá, a palestra tem o objetivo de promover autoconhecimento e expansão da consciência multidimensional.

Assim, Leandro abordará temas como: “Como podemos promover reciclagens íntimas? Como desenvolver o Parapsiquismo? Que técnicas podemos utilizar para identificação de energias patológicas e sadias? e De que forma evitamos as perdas de energia no dia a dia?”

Leonardo é voluntário da Conscienciologia e estuda os efeitos das trocas de energia, buscando a manutenção do equilíbrio íntimo e da saúde após qualquer interação. “É possível nos mantermos mais saudáveis, para isso precisamos aprender a trabalhar com as nossas energias, desenvolver a autodefesa energética e a capacidade de sempre deixarmos rastros positivos por onde passarmos”, afirma.

Serviço


Quinta (14): Palestra: “Como fazer um mapeamento energético”
Horário: 19h30
Local: Sala 1 – Bloco Didático 1 – UFMT
As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pouco antes da palestra

Sexta (15): Lançamento do livro “Diário de Autocura – da Doença à Saúde Consciencial”
Horário: 19h30
Local: Sala 1 – Bloco Didático 1 – UFMT
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet