Olhar Conceito

Segunda-feira, 02 de agosto de 2021

Notícias / Moda

gasperin

Após ter galeria na antiga casa de sua avó, estilista abre loja de moda autoral em Cuiabá

Da Redação - Isabela Mercuri

23 Jan 2017 - 11:05

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Junior e sua criação

Junior e sua criação

Foi na casa antiga de sua avó que Edson Mendonça Estadulho Junior, 27, encontrou o local para realizar seu sonho. Nascido na cidade de Sinop, a 477 km de Cuiabá, ele teve uma longa trajetória antes de se dedicar à moda, o que hoje é sua profissão. Antes disso, trabalhou em uma loja de pesca e estudou contabilidade e administração, mas nunca terminou as faculdades.

Leia mais:

Advogada deixa direito para se dedicar à sua paixão e investe em moda autoral em Cuiabá

Em 2010, então, ele viajou para São Paulo para estudar Design de Moda na Universidade Anhembi Morumbi. “Estudei durante um ano e meio, e a faculdade abriu minha cabeça para saber o que eu queria fazer. Eu poderia usá-la como determinante, ou como experiência, e foi o que fiz”, lembra. Um ano e meio depois, então, mesmo sem terminar o curso, ele voltou para casa e inaugurou ‘Gasperin’, sua marca, que foi instalada na casa da avó.


Antiga casa da avó de Junior se tornou sua primeira galeria (Foto: Arquivo Pessoal)

‘Gasperin’ é também o sobrenome da avó de Junior, que já havia falecido quando ele se instalou na casa. “Tudo estava como quando ela morava lá, a estrutura, os pisos, tudo”, lembra. O ‘estoque’ da loja já estava parcialmente pronto, já que desde muito antes Junior fazia as próprias roupas. “Vinha de uma necessidade de usar algo diferente”.

“Meus pais foram peças fundamentais em todas essas transições. Minha mãe é a inspiração e a que mais participou comigo no quesito criação e renovação. Ela participava também dessas misturas fotográficas que a gente produzia”, conta.


Junior e sua mãe (Foto: Arquivo Pessoal)

Durante um ano, então, ele atendeu os clientes – fosse por encomenda ou à pronta entrega – na casa da avó. “Mas era mais difícil... lá as pessoas não entendiam que elas podiam me pedir, mas que o mais forte era minha criação como artista”. Algum tempo depois, então, o marido de Junior, Iuri Emmanuel, passou em um concurso em Cuiabá, e os dois decidiram se mudar para a capital.

“Eu vim, participei de algumas feiras, conheci a Creuza e me apaixonei pelo Espaço Magnólia. Quando ela me convidou pra abrir a loja aqui vim na hora”, lembra. Há dois meses, então, ‘Gasperin’ está de endereço novo, e Junior tem mais liberdade na sua criação.


Stand de Junior em feira, antes de mudar-se para o Espaço Magnólia (Foto: Arquivo Pessoal)

Dentre as peças que produz e vende estão as feitas com tecido reaproveitado, pinturas em camisetas e estamparia. “Tudo o que não tem saída, retalhos de tecidos que não são vendidos, eu compro e crio novas roupas”, conta. “Minha vontade, para o futuro, é trabalhar mais com moda sustentável, poder receber as peças usadas e fazer novas, realizar essa troca”, revela.

Por enquanto, Junior comercializa suas criações e recebe encomendas, mas sempre com a premissa de sua criação ser a base de tudo. Enquanto ele tiver o que dizer, a moda vai ser o quadro de sua obra.

Serviço

Gasperin
Localização: Espaço Magnólia – Rua 24 de Outubro, 949 – Sala 2
Horário de funcionamento: De segunda a sexta, das 13h às 19h / Sábados das 10h às 15h
Contato: (65) 99685-5399
FAN PAGE / INSTAGRAM

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet