Olhar Conceito

Quarta-feira, 28 de julho de 2021

Notícias / Política Cultural

produto exclusivo

Marca de camisetas do Falcão, d'O Rappa, faz parceria com Santuário de Elefantes em Chapada

Da Redação - Isabela Mercuri

03 Fev 2017 - 11:01

Foto: Reprodução / Ilustração

Falcão usando camiseta 'Jonny Size'

Falcão usando camiseta 'Jonny Size'

A Jonny Size, empresa criada em 2009 por Falcão, vocalista da banda O Rappa, criou uma nova estampa de camiseta em apoio ao Santuário em Chapada dos Guimarães. Com um elefante estampado e a frase ‘Protect the elephant’, o produto terá parte de sua renda revertida para a Organização Não Governamental (ONG).

Leia também:
Santuário em Chapada deve ter 10 elefantes até o final de 2017, conta presidente

A loja se define como com um ‘DNA que mergulha forte na raiz africana’ e utiliza essas referências para agregar “cultura, sustentabilidade e respeito”. A nova camiseta foi criada em parceria com o Santuário e divulgada em todas as redes sociais da marca. (Veja onde comprar a camiseta AQUI e AQUI)


Venda de camiseta da Jonny Size terá parte do lucro revertira a Santuário (Foto: Facebook)

O Santuário de Elefantes Brasil, localizado em Chapada dos Guimarães, foi criado pela publicitária Junia Machado. Sua preocupação com estes animais é antiga e, após muita pesquisa, em parceria com a ONG Elephant Voices e com o Santuário do Tenessee, ela encontrou uma área de 1100 hectares, onde 50 animais serão abrigados, após serem resgatados de situações adversas na América do Sul.


Maya na chegada ao Santuário (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

As primeiras elefantas do Santuário chegaram a Chapada dos Guimarães em outubro de 2016. Maya e Guida viviam acorrentadas em uma propriedade rural em Minas Gerais antes de serem trazidas.

O Santuário não é aberto ao público, os elefantes machos e as fêmeas ficarão separados para que não haja reprodução, assim como os asiáticos e os africanos.

O projeto vive totalmente de doações de empresas e de pessoas físicas, não há dinheiro público. Além disso, o Santuário conseguiu, junto à Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), todas as licenças ambientais para funcionar.

A terra onde hoje se instala o Santuário foi uma fazenda de gado, chamada Fazenda Santa Fé do Boqueirão.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet