Olhar Conceito

Sábado, 31 de outubro de 2020

Notícias / Saúde e Beleza

Artista plástico de Cuiabá cria tinta da cor da pele e faz tatuagem que esconde estrias

Da Redação - Isabela Mercuri

12 Mar 2017 - 10:10

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Jacson Andrade e suas telas

Jacson Andrade e suas telas

Há pouco menos de um mês o rondonopolitano Jacson de Andrade Souza, 36, viu a procura por seu Studio de tatuagem aumentar. O motivo não era um novo estilo de desenho, mas sim uma nova técnica: a técnica de cobertura de estrias usando uma pigmentação da exata cor da pele do cliente. Tatuador há doze anos, ele utilizou seus conhecimentos de artes plásticas para conseguir chegar à ‘cor perfeita’.

Leia também:
Tatuador de MT reconstitui mamilos de vítimas de câncer de graça com técnica 3D

Jacson Tattoo, como é conhecido, sempre gostou de desenhar. Desde pequeno fazia aulas de pintura e sabia que não queria trabalhar com nada formal, com carteira assinada, e sim viver de sua arte. “A tatuagem foi uma forma que eu encontrei de ganhar dinheiro e me sustentar, porque as outras técnicas não dão retorno”, contou ao Olhar Conceito. Além de tatuagens, ele também faz grafitte, esculturas, caricaturas e pinturas, mas encara tudo isso como hobby.

“Eu fiz diversos cursos, aprendi muitas técnicas, mas chegou um momento em que os professores de Cuiabá não tinham mais o que me passar de novidade”, lembra. Foi neste momento, em 2010, que Jacson passou a ser aluno de um professor que veio do interior de São Paulo, e aprendeu as técnicas do impressionismo e do óleo sobre tela.

“Até aquele momento eu era refém das cores de tinta que os fabricantes vendiam aqui. Depois disso, o professor me mostrou que só com quatro cores eu poderia produzir qualquer outra”. Segundo o tatuador, hoje ele só utiliza as tintas vermelha, azul, amarela e branca (cores primárias e o branco, que é a ausência de cor).

Foi graças a este conhecimento que ele conseguiu desenvolver a técnica de cobrir estrias. “O procedimento é muito novo. Na verdade, há cerca de quatro meses um tatuador de São Paulo, Rodolpho, publicou que estava fazendo. E eu vi aquilo e pensei que, produzindo uma tinta da exata cor da pele, também poderia fazer”, conta.


Procedimento feito por Rodolpho, tatuador de São Paulo - Antes e depois (Foto: Rodolpho Torres)

Jacson publicou a novidade em seu Instagram, e diversas pessoas – principalmente mulheres – o procuraram. “Eu não tinha noção que esse era um problema que acontecia tanto, e que incomodava tanto as mulheres. Porque eu não tenho estria, e minha esposa também não”. Segundo o tatuador, uma das clientes chegou a chorar de emoção depois de uma sessão, quando viu o resultado que tinha conseguido.

Como o processo de cicatrização demora em média 20 dias, Jacson ainda não tem fotos dos resultados para mostrar (todas as tatuagens que ele fez ainda estão em cicatrização), no entanto, ele deve publicá-las em breve nas redes sociais. O preço que cobra depende da área atingida, mas gira em torno de R$3 mil. “É um preço maior do que o da tatuagem normal porque é uma técnica exclusiva, mas normalmente as mulheres pagam esse valor em algumas sessões de procedimentos estéticos, e eles não são definitivos, então vale a pena”, afirma.


Jacson em seu Studio (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

Segundo Jacson, ele não pode garantir que a tatuagem não vá desbotar com o passar dos anos, assim como as outras. “Tudo depende de como a pessoa cuida para manter. No entanto, é mais fácil nascer outras estrias do que as tatuadas desbotarem”.

Serviço

Jacson Tattoo
Avenida Presidente Marques, 171 – Centro
Telefone: (65) 9949-6611 / (65) 9215-6611
FAN PAGE / INSTAGRAM

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet