Olhar Conceito

Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024

Notícias | Cinema

influenciou o mundo

Mostra em Cuiabá exibe filmes fundamentais do principal diretor japonês

Mostra em Cuiabá exibe filmes fundamentais do principal diretor japonês
Seis filmes do diretor japonês Akira Kurosawa serão exibidos no Sesc Arsenal a partir desta quarta-feira (15), na mostra “Jidaigeki: Viajando com Kurosawa ao Japão feudal”. Todas as obras exibidas têm temas relacionados aos samurais, e como cenário o Japão feudal.

Leia também:
Cine Teatro traz mostra 'Kubrick' e curso de extensão sobre a distopia do diretor

A mostra tem seu primeiro filme, ‘Trono Manchado de Sangue’ na quarta, seguida de uma conversa com o idealizador nacional da Mostra Jidaigeki, Marco Aurélio. Já os outros filmes, Os Sete Samurais, Rashomon, A Fortaleza Escondida, Yojimbo e Sanjuro serão exibidos de 21 a 23 de março (terça a sábado da próxima semana), sempre às 19h30 e com entrada gratuita.

‘Jidaigeki’ é o nome dado aos dramas de época do Japão, e foi com este estilo que o cinema nipônico foi descoberto no Ocidente. Na época, o filme Rashomon foi exibido no Festival de Veneza e rendeu ao diretor o Grande Prêmio do Júri. Kurosawa levou junto a ele outros nomes japoneses, como Kenji Mizoguchi e Masaki Kobayashi, que também passaram a ser conhecidos.

Em filmes como Os Sete Samurais (que inspirou ‘Sete Homens e Um Destino’ e ‘Vida de Inseto’) e Yojimbo, Kurosawa ‘reinventou’ o Chambara, gênero de ação de temática Samurai, influenciado pelos épicos de caubói, que ele acresceu dos dramas históricos orientais.  
 
Exatamente por ter sido influenciado pelo cinema ocidental, Kurosawa chegou a ser criticado e recebido com desprezo por seus compatriotas, o que tornou o financiamento de seus filmes mais difíceis. Apesar das dificuldades, o diretor sempre teve como traço principal a humanização. Uma vez, perguntado sobre o que faria se tivesse o poder de influenciar a sociedade e mudá-la, ele respondeu: “Eu me sinto responsável, verdadeiro e honesto para com minha profissão e estou consciente disso. Eu estou primeiro lidando com a sociedade japonesa e tentando ser cândido ao lidar com nossos problemas. Eu espero que você entenda isso sobre mim quando vir o filme. Como um contador de histórias, não tenho segredos”.
 
Confira a programação completa:

Lançamento e distribuição do catálogo oficial da mostra 15/03 às 19h

15.03 | 19h |Bate-papo com o idealizador nacional da Mostra Jidaigeki, Marco Aurélio e exibição do filme Trono Manchado de Sangue | 1957 | 110 min.
21.03 | 19h30 | Os Sete Samurais | 1954 | 202 min.
22.03 | 19h30 |Rashomon | 1950 | 88 min.
23.03 | 19h30 | A Fortaleza Escondida | 1958 | 139 min.
24.03 | 19h30 |Yojimbo | 1961 | 110 min.
25.03 | 19h30 |Sanjuro | 1962 | 96 min.
 
Serviço


Mostra “Jidaigeki: Viajando com Kurosawa ao Japão Feudal”
Bate-papo: 15 de março às 19h
Sessões de cinema: 15, 21 a 25 de março às 19h30
Ingressos gratuitos, disponíveis com 30 minutos de antecedência de cada sessão
Classificação indicativa: 14 anos
Informações: (65) 3616-6941 | fbarbosa@sescmatogrosso.com.br
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet