Olhar Conceito

Domingo, 27 de setembro de 2020

Notícias / TV

Ex-BBB cobra R$1 mil por consulta em Sorriso e tem lista de espera

Da Redação - Isabela Mercuri

26 Mai 2017 - 11:00

Foto: Reprodução / Ilustração

Ex-BBB cobra R$1 mil por consulta em Sorriso e tem lista de espera
O cirurgião plástico Marcos Härter, que participou do último Big Brother Brasil, abriu horários para atender pacientes em Sorriso dos dias 10 a 21 de julho. Dois meses antes da data, porém, a agenda já tem lista de espera.

Leia também:
Cirurgião de MT leiloa abadá usado no BBB e arremata R$350 mil; vendas continuam

De acordo com informações apuradas pela reportagem, as consultas em Sorriso (399km de Cuiabá) custam R$1000, valor que pode ser abatido caso o paciente venha a fazer uma cirurgia plástica com o médico.

Esse, no entanto, não parece ser o desfecho mais frequente. Segundo reportagem publicada pelo Uol nesta sexta (26), em São Paulo, muitos fãs tem pago o valor somente para se encontrar com o ex-BBB, tirar fotos e dar presentes.

“A consulta aqui em São Paulo está bem cara, eu jamais imaginei cobrar esse valor, e o pessoal está pagando. Eu não sou clínico, sou cirurgião, eu faço consulta porque a partir dela vira cirurgia. Eu não pagaria... tenta me encontrar em outro lugar, no encontro de fãs”, disse o médico, em uma transmissão pelo Instagram.

Os encontros com fãs, no entanto, tem sido mais raros. O último, que deveria ter acontecido no último sábado (20), no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, foi adiado por conta da “falta de tempo hábil para autorização”.

Histórico

Natural do Rio Grande do Sul, Marcos escolheu trabalhar em Mato Grosso onde atende não só em Sorriso, mas também no eixo agrícola, entre Sinop, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e até mesmo na capital, Cuiabá, onde tem clínicas espalhadas. Na capital, ele já atendeu nos hospitais Santa Rosa, Santa Helena, São Matheus e Jardim Cuiabá. Em janeiro deste ano, ele foi um dos escolhidos para participar do Big Brother Brasil 17, reality show da TV Globo.

Dentro da casa, Marcos foi acusado de desrespeitar mulheres desde o início do confinamento. Pouco depois, se envolveu com a sister Emily, e chegou a ser um dos cinco finalistas do reality.

Antes da final, no entanto, ele e Emily tiveram uma discussão, e Marcos a agrediu física e psicologicamente. Por intervenção da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher do Rio (Deam), o cirurgião foi expulso da casa e chegou a prestar depoimento na delegacia. Emily foi campeã do programa. 

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet