Olhar Conceito

Segunda-feira, 24 de junho de 2024

Notícias | Artes visuais

Eram os deuses afronautas?

Foto: Cristina de Middel

Eram os deuses afronautas?
Parece ficção, mas em 1964, numa Zâmbia recém-independente, um professor secundário de ciências tentou dar início a um programa espacial. O objetivo de Edward Makuka era levar 12 astronautas e dez gatos para a Lua (e depois para Marte). Apesar de sua insistência, não conseguiu o financiamento necessário e o projeto fracassou, também pelo fato de uma das tripulantes já inscritas e em treinamento, uma adolescente, ter ficado grávida.


Com base nesse terno (e verídico) parêntese na história do país africano, a fotógrafa espanhola Cristina de Middel idealizou a série The Afronauts, publicada em maio de 2012 como fotolivro independente e em tiragem limitada de mil exemplares, rapidamente esgotada. “Interessa-me refletir sobre aquelas manifestações que são falsas, mas parecem reais, e sobre aqueles acontecimentos que são verdadeiros, mas parecem mentira”, explica Cristina, que trabalhou durante anos como fotojornalista. Embora ainda exerça a profissão, ela diz que precisou “romper com o binômio fotografia-documento” em seu trabalho artístico.

Quando filmes, romances e até mesmo pinturas tentam se ancorar na realidade (em “fatos reais”) e simular cada vez mais impressões de autenticidade, é estimulante ver a fotografia, meio realista por excelência, se expandir para o domínio do não documental. Entre as sequências de imagens no livro, Cristina adicionou documentos supostamente fac-similares, mapas, colagens e desenhos feitos por ela, numa vontade clara de construir uma narrativa, de se reportar à fábula e, assim, concretizar o improvável sonho espacial zambiano. Mas dizer “improvável” revela também o aspecto político e crítico do trabalho. Afinal, por que nos pareceria tão irreal que uma missão africana ganhe o espaço?

O fotolivro chamou a atenção do fotógrafo inglês Martin Parr, que o incluiu em sua seleção dos melhores de 2012 para o British Journal of Photography. Além disso, o ensaio foi finalista no Paris Photo/Aperture PhotoBook Awards e ganhou o International Center of Photography’s Infinity Award. Graças a ele, Cristina é uma das quatro indicadas ao prestigioso Deutsche Börse Photography Prize de 2013.

Preparando 11 exposições e dois livros para este ano, sem tempo nem mesmo de respirar o oxigênio da nossa atmosfera, a fotógrafa, nascida em 1975, afirma que, apesar de ofertas de editoras tradicionais, The Afronauts não será reimpresso, mas que os brasileiros poderão ver a série no próximo Paraty em Foco, evento dedicado à fotografia que acontece na cidade fluminense entre os dias 18 e 22 de setembro.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet