Olhar Conceito

Quarta-feira, 28 de julho de 2021

Notícias / Moda

exclusivos

Designer de joias de Cuiabá faz parceria com artesãos da Turquia para produzir acessórios de prata 925

Da Redação - Isabela Mercuri

19 Jan 2018 - 09:08

Foto: Reprodução / Facebook

Ida Ferreira

Ida Ferreira

Foram doze anos de trabalho como servidora pública, e mais alguns à frente de uma agência de turismo antes de Ida Ferreira, 54, decidir se dedicar ao que realmente amava e lhe dava um melhor retorno financeiro: a venda de joias e semijoias. Hoje, dezoito anos depois, ela desenha as próprias peças, que são produzidas em Istambul, na Turquia, e vendidas na maior feira do setor em São Paulo, e em diversas lojas de Cuiabá.

Leia também:
Com conceito de sustentabilidade, Brechó Coisas da Dê vende grife a preços acessíveis no Espaço Magnólia

Ida é paranaense, mas mora na capital de Mato Grosso há 40 anos. “Eu trabalhei no estado durante 12 anos, e também tive uma agência de turismo. Mas o salário que eu ganhava nunca era suficiente, não dava”, lembra. “Eu queria um material que fosse uma novidade, uma coisa diferente, e que fosse em conta, tivesse um preço bacana que todo mundo tivesse acesso”.

No início, ela dividiu o tempo entre a revenda de joias  e semijoias e o trabalho fixo, mas logo percebeu que ganharia mais dinheiro trabalhando com o que gostava. No início, ela vendia somente no varejo, mas desde sempre frequentou a ‘Bijoais’, maior feira de negócios do país no segmento de bijuterias, joias de prata e aço, folheados, semijoias e acessórios.

Foi durante o tempo que frequentou a feira que ela conheceu Taha Belli, que hoje é seu sócio. “Eu tinha vontade de ter uma representação, e eu não tinha essa representação pra Cuiabá, que seria das joias turcas”, lembra. “Mandamos um email pra embaixada de lá pedindo uma parceria. Passou seis meses, eles responderam dizendo que tinham interesse em ter uma parceria, e ai foi assim que a gente começou a se comunicar”.

Dois anos depois desta primeira parceria, Ida queria mais. “Sempre que eu ia até lá [na feira Bijoias], faltava alguma coisa, que minhas clientes pediam e eu ia até lá e eu não encontrava”. A ideia da empreendedora era trabalhar com a prata 925, que, segundo ela, é a melhor prata que existe, e tem um preço bom. No Brasil, no entanto, era muito difícil encontrar quem trabalhasse com esse material.  A solução foi pedir à família de Tahá – que é formada por artesãos – que fizesse. E deu certo.

Colares da edição passada (Foto: Arquivo Pessoal)

Hoje, as joias são desenhadas por Ida, produzidas pela família de Tahá, importadas para o Brasil e vendidas em primeira mão na Feira Bijoias. Depois, distribuídas por diversas lojas de Cuiabá, do shopping, do centro, boutiques de portas fechadas, e também em alguns salões de beleza. “Em São Paulo a feira atende até 30 mil pessoas. São 150 lojistas”, explica Ida. Na última feira, foram vendidas 4500 peças, que foram levadas para lojas de todo o país. Além disso, só em Cuiabá, ela vende cerca de 600 peças por mês, somente no atacado.

A nova coleção da Ida Ferreira será lançada nos dias 21 e 22 de fevereiro, na primeira ‘Bijoias’ do ano, em São Paulo. Todas as peças são feitas com prata 925 envelhecida, que, segundo, a designer, só devem ser higienizadas com bicarbonato e detergente neutro.

“São pulseiras, anéis, colares... e na coleção nova haverá brincos. Eu não gostava porque eles não estavam preparados ainda pra fazer o brinco de tarraxa, eles usam aquele brinco de anzol e eu não gosto, porque pode pesar rasgar a orelha da cliente”, explica.

Nova coleção (Foto: Reprodução)

Para conhecer mais sobre o trabalho de Ida, acesse a FAN PAGE ou o INSTAGRAM. Compras (somente atacado) pelo telefone: (65) 99960 – 1313.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet