Olhar Conceito

Quarta-feira, 08 de dezembro de 2021

Notícias / Cinema

Veia historiadora

Poeta cuiabano Moisés Martins é homenageado em documentário

Da Redação - Vitória Lopes

10 Abr 2018 - 17:00

Foto: Reprodução

Poeta cuiabano Moisés Martins é homenageado em documentário
“Milho torradinho socado, canela açucarada, a branca pura daquela gurizada, do tempo do Campo D’Ourique...”. Cuiabano de pé rachado ou “pau-rodado”, em algum momento você já ouviu essa ode ao pixé, a paçoca tradicional de Mato Grosso. Esta famosa prosa foi composta pelo poeta Moisés Martins, que ganha uma homenagem em forma de documentário, na sexta-feira (20) às 20h, no Cine Teatro Cuiabá.

Leia mais:
Produtora de ‘Lady Bird’ divulga camiseta criada por cuiabano de 16 anos


Artista multifacetado, é preciso ter fôlego para listar tudo o que Moisés Martins é ou já foi: escritor, poeta, cantor, compositor, odontólogo, ex-vereador e ex-secretário municipal de cultura. Com tantas faces, o que já se escreveu e se sabe sobre Moisés é pouco para resumir sua persona, que é referência da cultura e produção cuiabana. Por isso, o diretor Rafael Martine e o produtor Paulo Roberto de Melo decidiram gravar um documentário, uma ode a Moisés.

O processo de produção e gravação começou em maio do ano passado, e finaliza agora em abril. Foi na coordenação de cultura da Câmara de Vereadores, que o diretor Rafael Martine teve o primeiro contato com Moisés. Logo que idealizou o documentário, começou a escrever o roteiro, após autorização do poeta.

“Sou servidor na câmara, então nos encontramos algumas vezes, quando organizávamos homenagens. Eu trabalho no setor em que ele foi o primeiro secretário. Então vira e mexe eu trabalho com publicações da época dele, e quando fui ficando mais próximo, através dessas homenagens e publicações, decidi gravar o documentário”, conta o diretor.

De produção independente, o documentário faz uma avaliação precisa da arte cultural como um todo, personificando Moisés Martins na qualidade de condutor desse processo construtor. “E falar sobre ele, os motivos, é dispensável, porque ele tem muitos adjetivos”, comenta Rafael.

Além de poeta, enfatiza, Moisés Martins, com já 76 anos, tem veia historiadora. E assim a equipe do documentário pôde retratar o "ontem esquecido de Mato Grosso", com projeção positiva para amanhãs que sigam esse percurso igualmente brilhante, assinalou o diretor.

"Ele (Martins) consegue fazer do simplório, do cotidiano, um fato interessante por meio das palavras, quando expressa, de maneira objetiva, entremeada de boa prosa poética, aquilo que vivenciamos ou pôde ser vivenciado pelos que viveram lá atrás, em tempos que não existíamos ainda. É um resgate de preciosidade intensa, apaixonada.

A poesia histórica que ele narra tem essa perspectiva abrangente, e assim pudemos construir um documentário interessante, onde a interessante beleza da narrativa está integrada também à figura do próprio narrador", concluiu.

Ficha técnica

Direção, roteiro e edição: Rafael Martine
Produção executiva: Paulo Roberto de Melo
Direção de áudio: Ellcyo Castro
Assistentes de direção: Ivanete Marques de Souza e Rafael de Siqueira Neto
Diretor de criação gráfica: Ruither de Rezende
Direção de marketing: Milton Alves Pedrozo

Serviço

Data: 20/04
Horário: 20h
Local: Cine Teatro Cuiabá, Av. Pres. Getúlio Vargas, 247 - Centro, Cuiabá - MT, 78005-600
Ingressos: R$ 10 (inteira), R$ 5 (meia), na bilheteria do Cine Teatro
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet