Olhar Conceito

Quarta-feira, 19 de junho de 2024

Notícias | Moda

“Desfilo porque tenho que pagar as contas”, diz top Isabeli Fontana

Em julho, Isabeli Fontana completa 30 anos, 17 deles dedicados às passarelas. Após uma vida mergulhada no ritmo acelerado das semanas de moda, a top escolheu desfilar para apenas uma marca no Fashion Rio: Maria Filó. Sem medir palavras, ela explica que até o interesse pela profissão mudou com o passar dos anos. “Desfilo porque tenho que pagar as contas” [o cachê de Isabeli gira em torno de R$ 40 mil por desfile]. Foram duas entradas e alguns minutos de muitas entrevistas pouco antes de embarcar para Paris.


Antes de desfilar, ela marcou presença no lounge da L´Oreal no evento, que recentemente a anunciou como rosto da marca. Circulam boatos que seu cachê para este trabalho gira em torno de R$ 400 mil. Diante da carreira que alavancou de forma inusitada, Isabeli assume que trocaria a moda pelas artes plásticas. “Mas até agora não pude aprender nada porque não tenho tempo, então vou aproveitar os próximos anos da minha vida sendo modelo. E já é um gancho para seguir outra história. Estou desenhando coisas”, conta. Enquanto isso, os caminhos são unificados através da criação: além de óculos para a marca Vogue, Isabeli assina o conceito da francesa Faith Connexion. “Escolhi os tecidos, dei as ideias. Tudo foi em cima do meu gosto pessoal. Acho que moda é muito aberto. O meu conceito, a minha moda é de um jeito e a galera está me procurando para desenhar coisas. Acho isso incrível”.

As angústias, ainda que pareçam relacionadas à idade, são tratadas por ela de maneira natural. “Comecei com 13, vou fazer 30. É uma vida inteira trabalhando na mesma coisa, né? Então agora quero fazer o que realmente amo: criar”, explica, atribuindo a característica ao signo. Isabeli é canceriana e justifica deste modo boa parte do seu jeito, o mesmo que acredita ter garantido o êxito de sua carreira. “Sou uma pessoa que chego neutra e eles me constroem. Acho que é por isso que cheguei aqui e estou até hoje. Minha imagem vem da minha personalidade: tive dois filhos, meus casamentos não deram certo porque sou uma mulher de verdade e aí virei embaixadora da L’óreal. Não é porque eu sou uma modelo que virei embaixadora deles. Hoje em dia existe menos isso… É importante saber que cheguei aqui sendo eu mesma, acreditando nas minhas coisas, que era possível viver feliz tendo a vida que eu tive”.

Sem se deslumbrar com a fama que chega a tomar sua privacidade, ela também relembrou o peso das escolhas feitas desde então. “Quando engravidei do meu primeiro filho, todo mundo disse que a minha carreira havia acabado e eu mal tinha começado. Disseram que meu corpo não iria voltar e aí que trabalhei mais ainda, fui persistente por algo que amava, que me motivava, o meu filho”. Mãe de Zion e Lucas, ela trata a fama com certa abstração. “Isso nunca me afetou. Hoje vim preparada para entrevistas, já até acostumei. Mas na rua as pessoas nem me reconhecem porque ando tão mulambenta… Sou comum”.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
Sitevip Internet