Olhar Conceito

Sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Notícias / Música

reta final

A dez dias do embarque, Coral da UFMT ainda precisa de ajuda para ir ao Panamá

Da Redação - Isabela Mercuri

25 Set 2018 - 11:00

Foto: Da Assessoria

A dez dias do embarque, Coral da UFMT ainda precisa de ajuda para ir ao Panamá
Trinta e oito coralistas de Cuiabá embarcam, no próximo dia 8 de outubro, para o Panamá, para participar do 30º Encontro Internacional de Coros Cantapueblo – A Festa Coral da América. Antes disso, no entanto, o grupo ainda precisa de ajuda para custear as passagens e, por este motivo, realiza dois concertos nesta sexta-feira (28) e domingo (30), no Teatro da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Leia também:
Misc oferece aulas gratuitas de violão, flauta e viola caipira 

Criado há 38 anos, o coral da UFMT realiza um trabalho musical voltado aos estudantes de diversos cursos da universidade, professores, servidores e comunidade em geral. O grupo tem em seu repertório músicas que abrangem os diversos tipos como erudita, popular, folclórica, sacra e regional, além de peças sinfônicas.

Os integrantes já realizaram concertos no Uruguai, no Paraguai e na Argentina. No Brasil, foram centenas de apresentações por Mato Grosso e outros estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraíba, Sergipe, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Goiás, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
 
Esta, no entanto, será a primeira vez que o Coral viaja ao Panamá, e o grupo será o único do Brasil a participar do Encontro. Segundo a maestrina Dorit Kolling, o evento é um dos festivais mais tradicionais da América Latina e é itinerante. “É um festival tradicional, e é sempre importante ter no currículo e na história do coral da UFMT a participação em eventos deste porte”, afirma.
 
Dorit explica que as hospedagens e a inscrição para o Festival foram viabilizadas pela Universidade. Para conseguir as passagens, por outro lado, o Coral teve que buscar parcerias. Algumas empresas patrocinaram parte delas, como Colégio Master, Colégio Pueri Domus, Unimed e Toque de Mãe. Outra parte do dinheiro foi arrecadada por ações como venda de pizzas e rifas, além dos concertos pagos.
 
“Todo o trabalho que a gente está tendo - não só artístico, musical, de preparação - deu força e mostrou que a gente, quando organizado, consegue realizar e ir viajar para um evento deste porte. Mas, ao mesmo tempo, a gente ficou triste por não contar com o apoio de outras empresas, do governo, da Prefeitura... sempre o motivo é falta de dinheiro”, lamenta.
 
Os concertos deste final de semana terão participação de Deize Águena (sexta) e Henrique Maluf (domingo). Os ingressos custam R$20 e já estão à venda no coral. Na quinta-feira, passam a ser vendidos no Teatro da UFMT.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet