Olhar Conceito

Notícias / Dra. Carol Jacobs - Nutrologia

Médica responde: Grávidas podem treinar?

Carol Jcobs

14 Nov 2018 - 16:05

Foto: Reprodução

Médica responde: Grávidas podem treinar?
Hoje é certo que a grande maioria da população se programa para ter um filho, e dentro dessa programação estão os cuidados com sua saúde e sua alimentação, que deve ser iniciada o mais rápido possível.

Leia também:
Dia Mundial da Obesidade: eu trato a obesidade com respeito e seriedade!
 
Para engravidar, tem que estar com boa saúde e que às vezes requer um outro estilo de vida. A saúde começa pela boca e neste caso a tão sonhada gravidez também. Então, o que devemos incluir na alimentação para ter uma gravidez saudável?  
 
Mudar os hábitos alimentares na gravidez é uma das recomendações mais importantes. Esqueça a fala de que você precisa “comer por dois”, mas a mãe deverá consumir os nutrientes necessários para garantir a própria saúde e a do seu bebê.
 
Um estudo publicado recentemente na revista científica Genome Biology revelou que hábitos alimentares ruins podem modificar o DNA do bebê pelo resto da vida.  
 
A pesquisa sugere que a alimentação da mãe é capaz de alterar permanentemente a função de um gene que possui mecanismos de proteção imunológica. Isso acontece porque nosso sistema imunológico é ativado pela expressão de genes formados pelo DNA. Para um bom funcionamento, esses genes dependem de fontes de energia, vitaminas, minerais e antioxidantes, os quais também preservam a integridade do material genético, especialmente os telômeros, parte dos cromossomos, que são responsáveis pelo envelhecimento.

Um exemplo prático é a recomendação da ingestão de alimentos ricos em acido fólico durante a gravidez, como o espinafre, couve, brócolis, lentilhas, grão de bico e feijão, que evita as malformações do tubo neural.  Mas já é sabido, que devemos melhorar os níveis de ácido fólico em nossos estoques corporais pelo menos 3 meses antes de engravidar.  

O açúcar aumenta a insulina, hormônio inflamatório para nosso organismo, que piora as chances de desenvolver diabetes gestacional, aumento da pressão arterial, além da obesidade materna e crescimento excessivo do feto, o qual também já deve ser bem controlado antes da gestação, pois a saúde da mãe tem uma relação importante e totalmente direta no desenvolvimento do feto.  

Se você estiver muito acima do seu peso ideal, procure um Médico Nutrólogo, especialista em Emagrecimento e controle de peso, para lhe examinar e orientar o que deverá ser de fato necessário para essa programação. Não esqueça de iniciar as atividades físicas antes mesmo de engravidar, para melhorar seu condicionamento cardiopulmonar, resistência e mobilidade, dessa forma, poderá seguir com seus treinos, sem necessariamente parar por completo, trazendo muito mais qualidade para seus dias de gravidez.  O importante é se nutrir de forma correta e não deixar escapar nenhuma vitamina importante.  

Procure agora um Educador físico para lhe orientar, e comece seus treinos! A saúde do seu filho agradecerá para o resto de sua vida. 


*Dra. Carol Jacobs é formada em Medicina pela Faculdade do Planalto Central (UNIPLAC) em Brasília no ano de 2008. Pós-graduada em Geriatria pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais e pós-graduada em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN). Capacitada em Nutrologia Esportiva, Suplementação alimentar do sedentário ao atleta, Nutrologia Geriátrica, Fisioendocrinologia Muscular, Ergogênicos e Obesidade.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet