Olhar Conceito

Quarta-feira, 08 de dezembro de 2021

Notícias / Literatura

solidariedade

Após lançar livro em festival de Lisboa, escritora destina renda para Santa Casa

Da Redação - Vitória Lopes

26 Nov 2018 - 09:36

Foto: Reprodução

Após lançar livro em festival de Lisboa, escritora destina renda para Santa Casa
O livro Ephemeros, da advogada e escritora Eloisa Vicente e Campos, ganhou ares duradouros após ser lançado no Festival Internacional de Poesias, que ocorreu no Palácio Baldaya, em Lisboa (Portugal). A obra poética, lançada oficialmente em setembro deste ano, contou ainda com a participação especial dos escritores mato-grossenses Marília Beatriz e Caio Augusto Ribeirto. O lançamento em Cuiabá está previsto para janeiro.

Leia mais:
Luciene Carvalho lança livro sobre as mulheres de 50 em cênica literária no Sesc Arsenal


Composto por cinquenta poemas e cinco poesias, a paulista que fincou raízes em Cuiabá há 30 anos já estava com o livro pronto. Entretanto, por problemas familiares – o adoecimento e em seguida, o falecimento da mãe – Ephemeros teve que ficar na gaveta por cerca de dois anos.

Ao ser convidada pela Editora Helveta, que realiza diversos eventos literários pelo mundo, Eloísa encontrou a oportunidade de desengavetar seus escritos. No evento, realizado no Instituto Camões e no Palácio Baldaya, a escritora chegou a vender 80 livros para uma empresária, após ouvir que a renda seria revertida em prol da Santa Casa de Misericórdia em Cuiabá.

“São várias poesias minhas que falam sobre o tempo, romance, sobre mulheres... Tem uma poesia muito bonita, que chegou a ser publicada em um jornal de Lisboa, sobre as mulheres islâmicas”, comenta.

Com uma temática majoritariamente feminina, que repudia a violência contra as mulheres e incita o empoderamento, a escritora convidou ainda 30 mulheres para ilustrarem o livro, através das lentes da fotógrafa Eliana Borba. Dentre elas, estão as fotografias da ex-juíza e senadora eleita Selma Arruda (PSL), a ex-senadora Serys Slhessarenko (PRB), odontólogas, professoras e outras figuras femininas.

Além de seus escritos originais, Eloísa convidou para integrar a obra o poeta e crítico literário português Alvaro Giesta, que escreveu um poema inédito. Integrante da Academia Mato-grossense de Letras, Marília Beatriz e Caio Augusto Ribeiro também contribuíram com poemas para o livro.

O lançamento oficial em Cuiabá está marcado para janeiro. Toda a renda das vendas será revertida para a Santa Casa de Cuiabá.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet