Olhar Conceito

Quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Notícias / Saúde e Beleza

Prótese de cabelo humano com técnica sem cirurgia ganha o público masculino de MT

Da Redação - Isabela Mercuri

18 Jan 2019 - 14:01

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

João Paulo também têm a prótese capilar

João Paulo também têm a prótese capilar

Seja por genética, hábitos ou qualquer outro motivo, quando o cabelo começa a cair, alguns homens e mulheres começam a se desesperar. Há pouco mais de um ano, o várzea-grandense João Paulo Moia inseriu em sua barbearia uma técnica para acabar com a agonia dos calvos: a prótese capilar de cabelo 100% humano e natural.

Leia também:
Nova febre, bronzeamento masculino com fita isolante chega a Cuiabá

Segundo ele, que tem 25 anos, as pessoas costumam confundir a prótese com peruca. “A galera chama de peruca, mas não é peruca; a diferença é que ela é de cabelo humano 100% natural, tratado, e [feito] de acordo com cada tipo de cabelo do cliente”, explica.

Para fazer a prótese, o cliente tem que ir até a barbearia, onde – com todo o sigilo, em uma sala fechada – João Paulo faz a medida da cabeça, tira fotos do cabelo, mede a quantidade de fios (se o cabelo é ralo ou volumoso), e vê a cor e a espessura dos fios. Com essas informações, faz o pedido das próteses.

“A gente faz o molde. Ela [a prótese] vem num tamanho de 25cm x 30 cm, e desse [molde] a gente tira medida de onde vai precisar do cabelo. A gente faz o molde de toda essa parte, e cria a entrada dele com as medidas proporcionais, pra não deixar nem com pouca nem com muita testa”, garante o barbeiro.

Antes e depois de um dos trabalhos (Foto: Divulgação)

A prótese é colada no couro cabeludo, com uma cola à base de água, e aguenta até vinte dias antes da manutenção. Este tempo, no entanto, depende da rotina do cliente, já que é possível fazer exercícios, lavar o cabelo, entrar na piscina, mar ou rio, normalmente.

“Toda vez que suar muito, tomar banho de chuva, de piscina, de mar, é preciso lavar a cabeça com shampoo antirresíduo e passar máscara de hidratação; depois de pentear, tem que passar leave in. Porque é um cabelo, mas é um cabelo que não recebe a oleosidade do couro cabeludo, então você tem que repor suas vitaminas. A partir do momento em que você repuser essas vitaminas, você vai ter um cabelo por longa data”.

As manutenções periódicas custam em torno de R$150, e, na barbearia de João Paulo, este valor já inclui “corte de cabelo, higienização das próteses com retirada das fitas, da prótese, da cola, hidratação e recuperação da prótese. A gente remolda, passa a fita, cola, raspa o cabelo que cresce embaixo, faz a aplicação e já entrega penteado”, garante.

A durabilidade da prótese também depende do cuidado que o cliente tem com ela. João Paulo conta que já teve clientes que ‘acabaram’ com a prótese em três meses, e outros que conseguiram ficar com a mesma durante um ano e quatro meses – é claro, fazendo as manutenções.

O barbeiro fez cursos com Felipe Lorenzo, profissional de São Paulo que já é renomado no meio das próteses capilares. Na ‘Lord Barbearia’, ele oferece desde as mais baratas até a mais cara, que custa R$2 mil, mas, segundo ele, tem o diferencial. “É bem mais fininha, praticamente imperceptível. E é um cabelo 100% natural, não é tratado com química”.

Neste pouco tempo em que inseriu a técnica em sua barbearia, João Paulo já conquistou trinta clientes, sendo 29 homens e uma mulher. Um de seus diferenciais, é que ele não revela quem são. “Essa prótese vem ganhando o mercado, mas as pessoas têm uma certa vergonha em falar que usam”.

Futuramente, por este motivo, ele quer abrir um espaço somente para as próteses capilares. Atualmente, ele se fecha em uma sala com o cliente, para garantir o sigilo.

Serviço

Lord Barbearia
Avenida Dom Orlando Chaves, 956; Anexo ao posto Shell, Sala 2; em frente a Igreja Batista Nacional do Cristo Rei
Informações: (65) 3686-6393 / FAN PAGE

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet