Olhar Conceito

Sábado, 26 de setembro de 2020

Notícias / Treinador Gil Melo

Treinador explica: o ideal é fazer aeróbico antes ou depois da musculação?

Treinador Gil Melo

19 Fev 2019 - 09:20

Foto: Divulgação

Treinador explica: o ideal é fazer aeróbico antes ou depois da musculação?
Não importa se seu objetivo na academia é emagrecer ou ganhar músculos. Realizar atividades aeróbicas é essencial para ganhar resistência física e melhorar a saúde especialmente do coração. Porém, é muito importante você saber o momento certo de fazer o exercício na esteira, na bike ou no elíptico, pois isso pode facilitar ou atrapalhar a conquista de resultados.

Leia também:
Treinador Gil Melo explica: o que é e para que serve o treinamento submáximo?

Aeróbico antes da musculação


Essa ordem é mais indicada para quem tem o ganho de resistência como foco, pois você iniciará o treino de cárdio descansado e terá mais facilidade para realizá-lo na intensidade correta. A atividade aeróbica tende a liberação de endorfina, como a substância traz a sensação de prazer e bem-estar, você pode se sentir mais motivado para levantar peso. 

Por outro lado, correr ou  pedalar antes do treinamento de força pode fazer com que você pegue menos carga nos exercícios, pois já estará um pouco cansado. “Quando você faz esteira primeiro, a musculação tem de ser um trabalho mais leve, complementar, para evitar lesões”. É por isso que, para quem busca ganhar força e hipertrofiar os músculos, não é recomendado fazer aeróbico antes da musculação. 

Aeróbico intercalado com a musculação

Essa é uma ótima opção para quem procura perder peso. Nela, você geralmente faz uma série de um ou dois exercícios de musculação e depois corre (ou pedala), em ritmo intenso, por um ou dois minutos - o tempo deve ser indicado pelo treinador. Aí, descansa e repete a sequência. Isso faz com que a sua frequência cardíaca fique elevada durante grande parte da atividade física, o que acelera o metabolismo e proporciona grande gasto calórico. 

Ao intercalar o aeróbico com a musculação, a tendência é que você suporte menos peso do que o normal nos exercícios de força, pois há pouco tempo para recuperar o corpo. Portanto, reduza as cargas e preste muita atenção ao executar os movimentos, para evitar lesões. 

Aeróbico após a musculação

Ao começar o treino "puxando ferro", seu corpo está descansado e você consegue treinar com cargas próximas ao seu limite. Portanto, é a melhor estratégia para quem procura ganhar força e aumentar a massa muscular. Mas ela também pode ser eficiente para pessoas que desejam emagrecer.

Nessa estrutura de treinamento, o organismo segue uma ordem "mais natural" do metabolismo energético. "Ao realizar a musculação, o praticante utiliza como principal fonte de combustível o glicogênio. Ao continuar o treino na esteira, ele começa então a usar predominantemente a gordura como energia. Isso auxilia na diminuição da gordura corporal”.

Geralmente, quem busca hipertrofia não precisa realizar o exercício aeróbico todo dia. Dependendo da duração e da intensidade, a atividade aeróbica gera o catabolismo (queima de massa magra). Converse com seu treinador para adequar a rotina de treino aos seus objetivos. (periodização)

Outro ponto de grande importância é a dieta. Não adianta treinar de um jeito ou de outro se não tiver um suporte nutricional de acordo com o seu treino e seu objetivo. Uma alimentação elaborada por um nutricionista é fundamental para alcançar os resultados esperados. Procure sempre um profissional capacitado e credenciado para lhe orientar.  

*​Gil Melo é treinador e proprietário da Academia AFC, em Cuiabá

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet