Olhar Conceito

Notícias / Gastronomia

Aposentada promove “Noite de Hambúrguer” para ajudar professores em greve que tiveram o ponto cortado

Da Redação - Thaís Fávaro

09 Jul 2019 - 17:22

Foto: ilustração internet

Aposentada promove “Noite de Hambúrguer” para ajudar professores em greve que tiveram o ponto cortado
A aposentada Veracy Tizziani se sensibilizou com a situação dos professores da rede estadual de ensino de Mato Grosso, que tiveram seus pontos cortados ao aderirem a greve na educação há cerca de 40 dias. Ela decidiu promover uma noite de hambúrguer na próxima quinta-feira (11) e doará 20% de todo o lucro para os profissionais que estão sem receber salário. No evento serão vendidos hambúrguer de costela com bacon feitos na churrasqueira e também terá uma opção vegetariana no cardápio. O valor será R$ 25 e dará direito a refrigerante. Cervejas artesanais também serão vendidas no local que funciona em uma residência no bairro Duque de Caxias, em Cuiabá. 

Leia mais
Da profecia em um sonho ao prêmio de inovação nacional: conheça o ‘Pé de Picolé’
 
Veracy contou ao Olhar Conceito que decidiu fazer o evento pois tem uma filha que estuda em um colégio da rede estadual e acompanha de perto a situação dos professores. Ela afirma que é contra a posição do governo e decidiu ajudar a categoria promovendo o festival de hambúrguer.

“Estamos acompanhando a luta dos professores em defesa dos seus direitos, eles estão sem receber salário que foi covardemente cortado, sei que muitos estão com dificuldades pois a única renda é o salário de professor. Então pensamos numa forma de ajudar um pouquinho!”, afirma.

Veracy já vende os hambúrgueres em casa uma vez por semana, por se tratar de um espaço pequeno, ela pede que os interessados reservem com antecedência para que não corra o risco de chegarem no local e os lanches já terem acabado ou não lugar disponível. As reservas podem ser feitas através dos telefones: 9 9349-2829/9 9292-2087
 
Serviço:
Quando: 11 de julho às 19h
Endereço: Rua Severino de Queiroz, nº 174, bairro Duque de Caxias, em Cuiabá
Valor: R$ 25 com direito ao refrigerante

22 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • TragoVerdadesssss
    24 Jul 2019 às 13:20

    E só voltar a trabalhar que receberam...qndo uma pessoa (Empregado) não está satisfeito com seu trabalho e só pedir demissão e procurar outro emprego que lhes convém, nenhuma empresa ou governo e obrigado a pagar algo além do que pode oferecer...daí usam as crianças como pretexto... é só procurar outro emprego e pronto.

  • JULIA
    11 Jul 2019 às 14:56

    Vai emitir cupom fiscal? Nota MT? Consumam de empresas legais, que pagam imposto corretamente e geram empregos

  • jana
    10 Jul 2019 às 15:40

    acabar de matar o povo né...com esse tanto de gordura...votiii

  • Tânia
    10 Jul 2019 às 11:22

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Chico Bento
    10 Jul 2019 às 11:12

    Isso não é ser solidária, é ser sem conhecimento social. Se cortaram pontos é porque não foram trabalhar, para manifestar política em favor do Lula Livre!

  • Celio Macedo
    10 Jul 2019 às 11:11

    Aqui em Rosario Oeste foi feito uma blitz na rodovia MT 010,bem pertinho do meu local de serviçofui educadamente parado por um professor pedido qualquel valor de ajuda em dinheiro,respondi ao educador que nao poderia ajuda-lo,pois precisaria economizar para poder pagar a mensalidade da escola particular,que essa nefasta greve me obrigou a fazer pelo bem da educaçao da minha filha.aconselhei ao professor que volte a trabalhar.

  • PAULO
    10 Jul 2019 às 10:26

    Se fosse por uma causa nobre com certeza ajudaria, mas para isso ai, N U N C A.

  • alexandre
    10 Jul 2019 às 09:30

    é louvavel a atitude, mas o SINTEP recolhe 900 mil reais por mes dos sindicalizados, de longe em MT é o mais estruturado dos sindicatos com maior base...

  • Zilma Aparecida Gonçalves
    10 Jul 2019 às 08:13

    São atitudes como essa que nosso Brasil precisa de pessoas solidárias, vejo o movimento dos trabalhadores como justo, por isso aprovo e aprovo ainda mais a ação da Veracy, parabéns.

  • Antonio Matias Castro
    10 Jul 2019 às 08:07

    Felizmente os professores podem com apoio de pessoas assim com atividades tão grandiosa e brilhante. Parabéns pela atitude.

Redes Sociais

Sitevip Internet