Olhar Conceito

Sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Notícias / Comportamento

Apoiado pela Huawei

Estudante de engenharia de Cuiabá é selecionado para intercâmbio tecnológico na China

Da Redação - Thaís Fávaro

22 Jul 2019 - 09:27

Foto: Arquivo Pessoal

Estudante de engenharia de Cuiabá é selecionado para intercâmbio tecnológico na China
O aluno de Engenharia Mecânica da Universidade de Cuiabá (Unic) Fernando Lucas Guntzel Garzoni, de 20 anos, é um dos 10 estudantes brasileiros selecionados para integrar o grupo que visitará a China durante 15 dias para conhecer as inovações e soluções do setor de telecomunicações, ter contato com executivos e cientistas de novas tecnologias, além de conhecer os pontos turísticos mais importantes do país. O objetivo do programa, chamado Seed for the Future (Semente para o Futuro), é incentivar no estimulo de novas idéias, serviços, produtos e soluções digitais e desenvolver talentos.
 
Leia mais
Leandro Karnal palestra sobre educação e os desafios da humanização dos conhecimentos 

A iniciativa, intitulada Seeds for the Future e encabeçada pela chinesa Huawei foi implementada no Brasil em 2015. Em colaboração com universidades e instituições brasileiras, a empresa seleciona universitários de destaque. Os critérios de seleção são estabelecidos pelas próprias instituições e algumas delas, por exemplo, promoveram competições como o Hackaton para chegar aos indicados.
 
Fernando foi aprovado no programa após passar por uma análise criteriosa e tem certeza que a experiência será um divisor de águas em sua vida. "Espero conhecer pessoas novas e estou ansioso pelo contato com uma nova cultura. Estou indo para China com a mente aberta para absorver um mundo completamente diferente do meu. É a oportunidade mais incrível que já tive", comenta. 

Hoje, a nanotecnologia e Inteligência Artificial são seus principais campos de interesse. Ele também estuda aplicações do material "mais famoso" do momento, que é o grafeno. "Desde pequeno sempre desmontei e montei meus brinquedos e equipamentos eletrônicos com o objetivo de entender o funcionamento e tentar melhorá-los de alguma forma. Aliando meu espírito curioso ao fato de que sempre fui fã de astronomia, não foi muito difícil entender que meu ramo seria a ciência", completa Fernando. 

O projeto Seeds for the Future reforça o comprometimento da Huawei com o país, por meio do desenvolvimento de estudantes locais. Yao Wei, presidente da Huawei no país, acredita que a capacitação da mão de obra para o setor TIC do Brasil, é um investimento importante. "A ideia do projeto é impulsionar o mercado e desenvolver projetos inteligentes por meio da educação de jovens talentos que estão ingressando no setor. O profissional do futuro precisa ser multidisciplinar, multicultural e ter capacidade de adaptação rápida, características trabalhadas pelo Seeds for the Future. Não é à toa que o nome escolhido para o programa é Semente para o amanhã", explica.

O programa já capacitou mais de 20 mil estudantes, de 96 países. No Brasil, cerca de 100 alunos já participaram do programa desde que foi lançado em 2015, em cooperação com o Ministério da Educação. "É uma oportunidade que vai abrir as portas do mundo para esses jovens. Além de todo o conhecimento técnico, eles terão a chance de conhecer outra cultura, outra língua, ter contato com universidades chinesas etc. Tenho certeza de que sairão dessa experiência muito mais preparada para lidar com o mercado de tecnologia da informação, tão dinâmico e competitivo”, afirmou o Secretário de Empreendedorismo e Inovação do MCTIC, Sr. Paulo Alvim.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet