Olhar Conceito

Quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Notícias / Música

Orquestra da UFMT completa 40 anos e realiza concerto de música de câmara no domingo

Da Redação - Isabela Mercuri

20 Set 2019 - 11:12

Foto: Luzo Reis

Orquestra da UFMT completa 40 anos e realiza concerto de música de câmara no domingo
A Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Mato Grosso (OSUFMT) realiza no próximo domingo (22) mais um concerto da série de música de câmara da Temporada 2019, no teatro universitário. A entrada é gratuita e o evento começa às 10h.

Leia também:
Almir Sater faz show beneficente em Cuiabá em outubro para a Associação MTmamma

Desta vez, estão no programa obras de L. V. Beethoven, J. Stamitz, Lilian Fuchs e Nilceia Baroncelli. Os solistas serão Fernanda Pavan, spalla do naipe das violas da Orquestra; Fernando Pereira, violista; Leonid Paniago, flautista e Yndira Villaroel, violinista. Os dois últimos são professores e coordenadores do Instituto Ciranda.
Aniversário

No sábado (21), um dia antes do concerto, a Orquestra completa 40 anos de existência. De acordo com a assessoria, sua missão é de quebrar as barreiras tradicionais, levando do erudito às trilhas de cinema, dos clássicos da MPB e do pop rock Estado afora.

A Orquestra foi idealizada pelos professores Gabriel Novis Neves, reitor fundador da UFMT, e Pedro Benedito Dorileo, ambos homenageados na temporada do ano passado respectivamente nas séries sinfônica e de câmara.

Nestes anos, já passaram por ela, como maestros, Wimmer, Marcelo Bussiki, Ricardo Rocha, Roberto Vitório e Silbene Perassolo. Fabrício Carvalho completa, em dezembro, 22 anos à frente da OSUFMT.

O maestro ingressou inicialmente como flautista em 1995 e, antes disso, em 1986, aos doze anos, foi bolsista. “Amo esses caras, a Orquestra como um todo. Minha mãe, Nilza Cirillo de Carvalho, me ajudava nos concertos no início da carreira, meus irmãos [Priscila e Álvaro de Carvalho] tocaram e um [Eduardo de Carvalho] ainda toca”, recorda. “Minha mãe tinha muito orgulho da Orquestra. Ela mandava fazer um quadro com todo cartaz de espetáculo. Tem essa ligação afetiva com o trabalho e tudo que você faz com amor a tendência é dar certo. Estudei, fiz mestrado em regência e sempre tive o apoio desses músicos. Nunca nenhum deles falou que eu não tinha condição, sempre me ajudaram. Não tem como não ter amor. Quero terminar meus dias à frente da Orquestra e ao lado destes músicos”.

Os planos de Fabrício são de continuar na Orquestra, além de sempre inovar. “A cada ano a gente inventa algo diferente para criar essa sensação de coletivo, de uma estrutura da sociedade e continuar formando público”, diz. “Nos últimos dois anos, tivemos a contratação de quatro novos músicos, excelentes como profissionais e também como professores, formadores de novos músicos. A Orquestra precisa ter esse compromisso da formação porque Mato Grosso não tem uma escola de música estadual, que forma músicos. Depende da UFMT e de seus projetos voltados à música e isso é muito pouco”.

Serviço

Concerto de Música de Câmara – Temporada 2019
Local: Teatro Universitário
Data e horário: Domingo, 22, às 10h
Entrada gratuita

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet