Olhar Conceito

Quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Notícias / Cinema

Festival de cinema infantojuvenil itinerante chega nesta quarta-feira a Cuiabá

Da Redação - Isabela Mercuri

09 Out 2019 - 11:00

Foto: Reprodução/Internet

'Tarja Branca' será um dos exibidos

'Tarja Branca' será um dos exibidos

O Festival de Cinema Infantojuvenil de Porto Alegre, Cine Caramelo, é realizado pela primeira vez em Cuiabá após sete anos de itinerância. A programação começou nesta quarta-feira (9) e segue até o próximo domingo (13), com exibições em diferentes horários e pontos da cidade, todas com entrada gratuita. Dos dias 8 a 16 de outubro, o festival também é realizado no interior, em cidades como General Carneiro, Barra do Garças, Sinop, Tangará da Serra e Cáceres, além do campus de São Vicente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT).

Leia também:
Semana tem exibição de ‘Nós’, ‘O Som Ao Redor’ e exposições no MACP

O festival, que tem curadoria de Andreia Vigo, já é consagrado. Ele começou em 2013, em Porto Alegre e região metropolitana, e desde então já passou por diversas cidades pólo do Rio Grande do Sul. Sua proposta é oferecer fruição cultural de qualidade, promover um espaço de reflexão sobre temas da infância e proporcionar momentos lúdicos para crianças e adultos através de uma programação diversificada.

Em Cuiabá, durante o dia, as sessões são voltadas para o público infantil, com filmes que trazem diversão, fantasia e aventura, ao mesmo tempo em que abrem espaço para questões como diversidade cultural, cuidados com o meio ambiente, valorização da amizade e das boas relações.

Já à noite, serão exibidos filmes clássicos e contemporâneos de ficção e animação, e documentários sobre a cultura da infância, o brincar e a importância de manter o espírito lúdico na vida adulta.

O Cine Caramelo Itinerante Edição Mato Grosso é uma realização do Cine Caramelo,  Cineclube Coxiponés da Universidade Federal de Mato Grosso, do Sesc Mato Grosso, do Cine Teatro Cuiabá e da Rede Cineclubista de Mato Grosso (REC-MT). Entre os apoiadores estão a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso, Associação Cultural Cena Onze, Vitrine Filmes e Videocamp. Mais informações: 3615 8349 (Cineclube Coxiponés da UFMT).
 
Programação


Cronograma de exibições - Cuiabá:

Quarta-feira, 09/10
Cine Teatro Cuiabá
15h
Festa no céu (Jorge R. Gutierrez, EUA, 2014, 95 minutos).
Sinopse: Em San Angel, no México, viviam Manolo, Maria e Joaquim, amigos desde a infância. Mesmo que suas vidas tenham tomado rumos diferentes, algo continuou igual: os dois ainda são apaixonados por Maria. Dividido entre cumprir as expectativas de sua família e seguir seu coração, Manolo viaja por mundos fantásticos e enfrenta seus maiores medos.
Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre.

Quarta-feira, 09/10
Cine Teatro Cuiabá
19h30
O retorno de Mary Poppins (Rob Marshall, EUA, 2018, 130 minutos).
Sinopse: Numa Londres abalada pela Grande Depressão, Mary Poppins desce dos céus novamente com seu fiel amigo Jack para ajudar Michael e Jane Banks, agora adultos trabalhadores, que sofreram uma perda. As crianças Annabel, Georgie e John vivem com os pais na mesma casa de 24 anos atrás e precisam da babá enigmática e o acendedor de lampiões otimista para trazer alegria e magia de volta para suas vidas.
Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre.
 
Quinta-feira, 10/10
Auditório do Centro Cultural da UFMT
9h
Bruxarias (Virginia Curiá, Espanha, 2015, 78 minutos).
Sinopse: Malva tem 10 anos ajuda a avó na venda de produtos medicinais. Quando a avó é raptada por uma malvada fabricante de cosméticos, Malva parte numa busca pela história mágica de seus antepassados.
Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre
 
Quinta-feira, 10/10
Auditório do Centro Cultural da UFMT
14h
Peixonauta: o filme (Kiko Mistrorigo e Célia Catunda, Brasil, 2016, 87 minutos).
Sinopse: Peixonauta, Marina e Zico saem do Parque em busca do Dr. Jardim e dos primos Pedro e Juca, mas ao chegarem na cidade grande percebem que as pessoas encolheram. Para conseguir solucionar esse grande mistério, Peixonauta terá que contar com a ajuda de todos seus amigos.
Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre
 
Quinta-feira, 10/10
Auditório do Centro Cultural da UFMT
19h30
Sinfonia Amazônica (Anélio Lattini, Brasil, 1951, 63 minutos).
Sinopse: Primeiro longa metragem animado da história do Brasil, narra sete lendas amazônicas (lenda da noite, lenda da formação do Rio Amazonas, lenda do fogo, lenda da Caapora, lenda do Jabuti e da Onça, lenda da Iara e lenda do Arco-Íris). Para realizar este filme, o diretor Anélio Lattini produziu sozinho cerca de 500 mil desenhos e criou suas próprias técnicas de animação em uma época de pouquíssimos recursos.
Entrada gratuita. Classificação indicativa: 10 anos

Sexta-feira, 11/10
Cine Sesc Arsenal
9h
Garoto Fantasma
Sinopse: (Alain Gagnol & Jean-Loup Felicioli, França/Bélgica, 2015, 84 minutos, animação).
Leo, um menino de 11 anos, não está tendo uma infância nada feliz. Internado em um hospital por conta de uma doença, ele não pode brincar como as outras crianças mas, em contrapartida, tem um poder que nenhuma outra tem: pode levitar no ar sem ser visto ou tocado, enquanto seu corpo físico permanece deitado e imóvel. Usando suas habilidades, ele irá ajudar um policial de cadeira de rodas numa difícil missão.
Entrada gratuita. Classificação indicativa: 12 anos
 
Sexta-feira, 11/10
Cine Sesc Arsenal
15h
Minha vida de abobrinha (Claude Barras, França, 70 minutos, animação)
Sinopse: Apelidado Abobrinha, Icare, um sensível menino de nove anos, é deixado pela polícia em um orfanato depois que sua mãe falece. Deslocado neste novo universo, ele aos poucos começa a se relacionar com as outras crianças e descobre o significado de amizade e confiança.
Classificação indicativa: 10 anos
 
Sexta-feira, 11 de outubro
Cine Sesc Arsenal
19h30
Território do brincar (Renata Meirelles & David Reeks, Brasil, 2015, 95 minutos).
Sinopse: Documentário sobre a cultura da infância e sua expressão mais genuína: o brincar. Ao longo de vinte e um meses, os diretores percorrem diversas regiões brasileiras revelando o país através dos olhos das crianças e realizando um trabalho de escuta, intercâmbio de saberes, registro e difusão da cultura infantil.
Classificação indicativa: 10 anos
 
Sábado, 12 de outubro
17h
O menino no espelho (Guilherme Fiúza Zenha, Brasil, 2013, 78 minutos).
Sinopse: Belo Horizonte, anos 1930. Fernando é um garoto de 10 anos que está cansado de fazer as coisas chatas da vida. Seu sonho era criar um sósia, que ficasse com estas tarefas enquanto ele poderia se divertir à vontade. Até que, um dia, é exatamente isto que acontece, quando o reflexo de Fernando deixa o espelho e ganha vida. Adaptado da obra homônima de Fernando Sabino.
Entrada gratuita: Classificação indicativa: livre

Sábado, 12 de outubro
Cine Sesc Arsenal
19h30
Tarja branca: a revolução que faltava (Cacau Rhoden, Brasil, 2014, 80 minutos).
Sinopse: A partir dos depoimentos de adultos de gerações, origens e profissões diferentes, o documentário discorre sobre a pluralidade do ato de brincar, e como as pessoas podem se relacionar com a criança que mora dentro de cada um. Participação de Domingos Montagner, Antônio Nóbrega, José Simão.
Entrada gratuita. Classificação indicativa: 14 anos.
 
Domingo, 13 de outubro
Cine Sesc Arsenal
17h
31 minutos (Álvaro Dias & Pedro Peirano, Brasil, 2008, 87 minutos, animação).
Sinopse: Juanín, o último de sua espécie, é o produtor do noticiário de Tv “31 Minutos”. Sua raridade desperta o interesse da malvada Cachirula, uma colecionadora de animais em extinção. Com a ajuda de Tio Careca, Cachirula captura Juanín. Para resgatar seu companheiro de trabalho, a atrapalhada equipe do programa “31 Minutos” inicia uma busca alucinada pelo seu amigo.
Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre
 
Cronograma de exibições - Rede Cineclubista de Mato Grosso (REC-MT):
 
General Carneiro


Terça-feira, 08 de outubro
13h15
Local: Escola Laura Vicuña
Exibição de curtas-metragens infantis.
Mediação: Aliana Camargo
Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre.
 
Barra do Garças

Terça-feira, 08 de outubro
8h30
Local: Creche Padre Daniele Badiali
(Rua Alpes, s/n - Sena Marques)
Ana e a Borboleta(Isabela Veiga, Brasil, 2015, 8’)
Sinopse: Ana, uma menina de 5 anos, aguarda sua nova amiga borboleta “brotar” do casulo. Enquanto isso, canta para ela a música que aprendeu em seus sonhos. Mas um dia a menina esquece a canção e assim começam os pesadelos. Então é a vez da borboleta cantar para Ana.
Mediação: Aliana Camargo
Entrada gratuita. Classificação livre
 
17h30
Local: Creche Padre Daniele Badiali
(Rua Alpes, s/n - Sena Marques)
Tarja branca: a revolução que faltava(Cacau Rhoden, Brasil, 2014, 80 minutos).
Sinopse: A partir dos depoimentos de adultos de gerações, origens e profissões diferentes, o documentário discorre sobre a pluralidade do ato de brincar, e como as pessoas podem se relacionar com a criança que mora dentro de cada um. Participação de Domingos Montagner, Antônio Nóbrega, José Simão.
Mediação: Aliana Camargo
Entrada gratuita. Classificação indicativa: 14 anos
 
Quinta-feira, 10 de outubro
13h30
Local: Escola Laura Vicuna Barra do Garças
(Rua dos Garimpeiros, 810 – Centro)
O Mar de Tereza(Dilea Frate, Brasil, 2015, 13’)
Sinopse: Teresa queria o impossível: ter um mar no quintal de sua casa. Como não podia conseguir isso, ela inventou um plano mirabolante que a levou a uma descoberta muito pessoal. O filme mistura animação e fotografia de cinema de uma maneira peculiar: a realidade está na animação e o sonho nas pessoas de verdade.
Mediação: Aliana Camargo
Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre.

Sexta-feira, 11 de outubro
14h
Local: Associação Semear Bem Viver
(Rua Dr. José Coelho Leal, 692 – Bairro Dermat)
Território do brincar(Renata Meirelles & David Reeks, Brasil, 2015, 95 minutos).
Sinopse: Documentário sobre a cultura da infância e sua expressão mais genuína: o brincar. Ao longo de vinte e um meses, os diretores percorrem diversas regiões brasileiras revelando o país através dos olhos das crianças e realizando um trabalho de escuta, intercâmbio de saberes, registro e difusão da cultura infantil.
Mediação: Aliana Camargo
Entrada gratuita. Classificação indicativa: 10 anos
 
Sinop

Quinta-feira, 10 de outubro
12h30
Local: UFMT Campus Sinop. Auditório 9. Bloco Xingú.
Bruxarias(Virginia Curiá, Espanha, 2015, 78 minutos).
Sinopse: Malva tem 10 anos a ajuda a avó na venda de produtos medicinais. Quando a avó é raptada por uma malvada fabricante de cosméticos, Malva parte numa busca pela história mágica de seus antepassados.
Mediação: Carolina Gouveia
Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre
 
Quinta-feira, 10 de outubro
18h
Local: UFMT Campus Sinop. Auditório 9. Bloco Xingú.
Historietas Assombradas: o filme(Victor-Hugo Borges, Brasil, 2017, 90 minutos).
Sinopse: Aos 12 anos, Pepe mora com sua avó, uma bruxa-empresária e descobre que é adotado. Ao saber que seus pais estão vivos ele parte em uma aventura para encontrá-los.
Mediação: Carolina Gouveia
Entrada gratuita. Classificação indicativa: 10 anos
 
Tangará da Serra

Quarta-feira, 09 de outubro
9h
Local: Escola Municipal Cme Antenor Soares
Pobre é quem não tem jipe(Amauri Tangará, Brasil, 1997, 24 minutos).
Sinopse: A história de um menino que sonhava conhecer o outro lado dos horizontes.
Mediação: Iuri Gomes
Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre.
 
Quinta-feira, 10 de outubro
9h
Escola Municipal Cme Fábio Diniz Junqueira
A lenda do Minhocão do Pari(Marcelo Okamura, Brasil, 2011, 7 minutos).
Animação que discorre sobre um animal fantástico que habita o imaginário dos matogrossenses: o Minhocão do Pari.
Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre
Mediação: Iuri Gomes
 
Cáceres


Sábado, 12 de outubro
9h
Local: CineXin
Historietas Assombradas: o filme (Victor-Hugo Borges, Brasil, 2017, 90 minutos).
Sinopse: Aos 12 anos, Pepe mora com sua avó, uma bruxa-empresária e descobre que é adotado. Ao saber que seus pais estão vivos ele parte em uma aventura para encontrá-los.
Mediação: Leandro Peska
Entrada gratuita. Classificação indicativa: 10 anos
 
Serra de São Vicente


Quarta-feira, 16 de outubro
19h
Local: IFMT Campus Serra de São Vicente
Pobre é quem não tem jipe(Amauri Tangará, Brasil, 1997, 24 minutos).
Sinopse: A história de um menino que sonhava conhecer o outro lado dos horizontes.
Mediação: Fernando Augusto
Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet