Olhar Conceito

Quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Notícias / Artes Cênicas

Atriz carioca traz esquete teatral de palhaçaria feminista gorda para Chapada

Da Redação - Isabela Mercuri

17 Out 2019 - 09:08

Foto: Ju Queiroz Fotografia

Atriz carioca traz esquete teatral de palhaçaria feminista gorda para Chapada
A atriz carioca Regina Mascarenhas vem a Chapada dos Guimarães no próximo dia 26 de outubro, sábado, para apresentar uma esquete teatral de ‘palhaçaria feminista gorda’, na Praça Dom Wunibaldo. O evento faz parte do projeto ‘Lute como uma Gorda!’ Idealizado pela filósofa Maria Luisa Jimenez Jimenez, a Malu Jimenez.

Leia também:
Projeto 'Lute como uma gorda!' discute gordofobia na escola na noite desta sexta-feira

Regina é carioca, palhaça, psicóloga, arte terapeuta e gorda. Formada pela PUC- Rio, pós-graduada em Corpo Educação e Diferenças pela Faculdade Angel Viana e mestranda em teatro pela UNI-RIO onde estuda o cômico da mulher gorda palhaça. Atualmente, trabalha num centro psiquiátrico e se interessa nas interlocuções do cômico em corpos divergentes.

Na apresentação teatral, ela conta a desilusão amorosa de Malena, que mostra a todos o porquê do seu corpo gordo não ser o desejado para casar. Depois da esquete, haverá uma roda de conversa sobre Gordofobia, feminismo e o lugar social do corpo gordo feminino.

Lute como uma Gorda!

O projeto ‘Lute como uma gorda!’ foi idealizado pela filósofa Maria Luisa Jimenez Jimenez, e surgiu com a necessidade de levar para além dos muros da Universidade a discussão sobre gordofobia e os Corpos Gordos femininos.

A filósofa realiza seu doutorado em Estudos de Cultura Contemporânea na UFMT, é fundadora do grupo de estudos transdisciplinares do corpo gordo no Brasil e do coletivo ‘Gordas Xômanas’, em Cuiabá.

A pesquisa acadêmica, que abarca todos estes desdobramentos, é apoiada pela FAPEMAT e faz parte dos projetos de pesquisa orientados pelo Programa de Pós Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea (ECCO), da Faculdade de Comunicação e Artes, da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT).

“!A questão de discussão central, de todas as ações deste projeto está na provocação da reflexão sobre a estigmatização do corpo gordo feminino em sociedade e suas consequências. Como forma de chamamentos e provocações, para as questões da Gordofobia em nossa sociedade, desenvolvemos rodas de conversas, Workshops e Minicursos Temáticos; Assessoria para profissionais de diversas áreas, Distribuição de Cartilhas Informativas, Artigos, Redes Sociais, etc”, explica a assessoria.

Serviço

Projeto Lute como uma Gorda Apresenta: Palhaçaria feminista gorda na praça em Chapada dos Guimarães.
Data: 26/10/19 (Sábado)
Local: Praça Central Dom Wunibaldo – Chapada dos Guimarães
Horário: 10h - manhã
Entrada Gratuita

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Paolo
    17 Out 2019 às 10:34

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Redes Sociais

Sitevip Internet