Olhar Conceito

Domingo, 20 de setembro de 2020

Notícias / Cinema

Mostra de audiovisual independente começa nesta segunda-feira com curtas do Brasil e Colômbia

da Redação - Isabela Mercuri

25 Nov 2019 - 08:48

Foto: Divulgação

'Juri' é um dos filmes selecionados para a mostra competitiva

'Juri' é um dos filmes selecionados para a mostra competitiva

A edição de 2019 da Mostra de Audiovisual Universitário e Independente da América Latina (Maual) começa nesta segunda-feira (25) e segue até sexta-feira (29) no auditório do Centro Cultural da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). No total, serão exibidos 41 curtas oriundos de diferentes estados brasileiros, além de dois filmes colombianos, sendo 11 deles mato-grossenses.

Leia também:
Maratona desafia participantes a solucionar desafios de marketing no audiovisual
 
A abertura acontece na noite de segunda-feira (25), às 19 horas, com ambientação musical e performance “A justiça dos poderes a mim conferidos” do Theatro Fúria e Coletivo Coma a Fronteira. A entrada e a pipoca são gratuitas.
 
Os filmes exibidos na mostra serão analisados pelo júri oficial e popular para, ao final, cada um de uma categoria levar um troféu. O júri oficial é composto pelo realizador audiovisual e professor do Curso de Comunicação Social da UFMT Leonardo Esteves, pela jornalista e Diretora de Produção de Radialismo da TV Universidade Priscilla Del Llano, pela estudante do Curso de Cinema & Audiovisual da UFMT Gabriela Ritterbusch, pela produtora audiovisual e Coordenadora do Curso de Comunicação Social do UNIVAG Caroline Araújo e pelo ativista e artista audiovisual Rodrigo Zaiden.

No total, foram selecionados 41 dos 116 curtas inscritos na Mostra. A seleção foi feita por uma Comissão de Seleção formada pela pesquisadora e curadora de atividades cineclubistas Ana Maria Souza, pelos professores do Curso de Radialismo e Cinema & Audiovisual da UFMT Letícia Capanema, Gabriel Costa Correia e Moacir Francisco de Sant’Ana Barros, pelo técnico administrativo do Programa de Pós-graduação em Estudos de Cultura Contemporânea (ECCO/UFMT) Glaucos Monteiro e pela estudante do Curso de Cinema & Audiovisual da UFMT, Larissa Acosta Canavarros.

Foram selecionados curtas nas modalidades Universitária e Independente, sendo que cada modalidade subdivide-se em três categorias: documentário, experimental e ficção. Entre os filmes selecionados do Brasil há 15 filmes da região Centro-Oeste (sendo 11 mato-grossenses), 12 da região Sudeste, 8 da região Sul e 4 da região Nordeste. Em 2019 a Mostra não recebeu inscrições oriundas da região Norte do país. Para a mostra competitiva foram selecionados 24 curtas na modalidade Universitária (sendo 9 documentários, 2 experimentais e 13 ficções) e 17 curtas na modalidade Independente (sendo 4 documentários, 2 experimentais e 11 ficções).

Além da exibição de filmes, a Maual 2019 também conta com debates sobre os filmes exibidos e exibição de conteúdos audiovisuais relacionados aos 18 anos da Mostra. Em todas as noites a pipoca é oferecida gratuitamente aos participantes, e nesta edição todas as sessões da mostra competitiva serão antecedidas por um “esquenta” cultural, com discotecagem e performances artísticas no saguão do Centro Cultural a partir das 18h30.

No período vespertino acontece, durane a semana, o Encontro da Rede Cineclubista de Mato Grosso (REC-MT), com ativistas do audiovisual mato-grossense que desenvolvem, em diferentes cidades do Estado, atividades de estímulo à difusão, pesquisa, memória e realização audiovisual.  

Já pela manhã, a cada dia haverá com conversa com realizadores audiovisuais baseados em Mato Grosso. Na segunda, o cineasta Amauri Tangará faz um panorama de seus trabalhos audiovisuais. Na  terça, o diretor de fotografia Marcelo Biss compartilha com os participantes do aulão sua trajetória de 35 anos no audiovisual. Na quarta, a realizadora e professora do ECCO/UFMT Marithê Azevedo apresenta um panorama sobre os cinemas periféricos e o modo como estas tendências se organizam em relação ao cinema hegemônico hollywoodiano. Na quinta, a realizadora audiovisual e coordenadora da Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso Juliana Segóvia aborda o protagonismo feminino e outras práticas de resistência no audiovisual. Finalizando os aulões, na sexta-feira o montador Marcelo Sant’Anna discorre sobre técnicas de edição e finalização de som e imagem. Os aulões, assim como as demais atividades da MAUAL 2019, oferecerão aos participantes declarações de freqüência com a carga horária correspondente às atividades freqüentadas.

A Maual é realizada pelo Cineclube Coxiponés da Universidade Federal de Mato Grosso através da Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência da UFMT (PROCEV), conta com a parceria dos Cursos de Radialismo e de Cinema & Audiovisual da UFMT, ComunicArte UFMT, Rede Cineclubista de Mato Grosso (REC-MT), ComunicArte UFMT e Associação Mato-Grossense de Audiovisual (MTCINE). As atividades relacionadas à MAUAL integram a Temporada Cultural e Artística UFMT 2019, encerram a Agenda Cuiabá Tricentenária da Coordenação de Cultura/PROCEV/UFMT e abrem as atividades em comemoração dos 49 anos da UFMT.

Para outras informações sobre a programação oficial da MAUAL 2019, consulte o site www.mostrauniversitariaufmt.com ou siga o Cineclube Coxiponés no Facebook /coxipones e no Instagram @cinecoxipones. Mais informações: (65) 3615-8349 (Thelma Saddi, Produtora Cultural do Cineclube Coxiponés da UFMT).
 
Confira a programação completa da MAUAL 2019:

 
Segunda-feira, 25 de novembro
 
09h30. Auditório do Centro Cultural da UFMT
Aulão “Trajetória na realização de cinema em Mato Grosso”, com Amauri Tangará.
 
19h. Saguão do Centro Cultural da UFMT.
Performance “A justiça dos poderes a mim conferidos”, com
Theatro Fúria e Coletivo Coma a Fronteira
 
19h15. Auditório do Centro Cultural da UFMT
Mostra Competitiva MAUAL 2019
Classificação indicativa: 16 anos
 
Curtas em competição:
 
O cinema que não se vê
(Erik Ely. GO. 2018. 8’) U.D
 
Céu da boca
(Amanda Treze. RS/SP. 2019. 7’) U.F.
 
Na pele
(Luiz Leite. MT. 2019. 2’) U.E.
 
Bicha Bomba
(Renan de Cillo. PR. 2019. 8’) U.D.
 
Kris Bronze
(Larry Machado. GO. 2018. 23’) U.D.
 
Concreto Cinza Abstrato
(Henrique Grise. SP. 2018. 11’) I.E.
 
Fim da picada
(Angu de Caroço - Coletivo de Subversão Audiovisual. MT. 2019. 10’) I.D.
 
Brasil 2020
(Petter Baiestorf. SC. 2019. 7’) I.F.
 
#Juri
(Samantha Col Debella. MT. 2018. 15’) I.F.
 
Hermandad
(Carlos Hurtado Múnera. Colômbia. 2018. 19’)  U.D.
 
Viúva Negra
(Marcella Rodrigues Vieira. MT. 2019. 9’) U.F.
 
Amor
(Áurea F. A. SC. 2018. 4’) U.F.
 
 
 
Terça-feira, 26 de novembro
 
8h. Auditório do Centro Cultural da UFMT
Aulão “Trajetória na direção de fotografia em Mato Grosso”, com Marcelo Biss.
 
10h30. Sala Névio Lotufo do Cineclube Coxiponés da UFMT
Bate-papo sobre curtas exibidos na noite anterior.
Mediação: Aline Wendpap e Anna Maria Moura
 
15h. Sala Névio Lotufo do Cineclube Coxiponés da UFMT
Retrospectiva MAUAL 18 anos
Classificação indicativa: 16 anos
 
19h. Saguão do Centro Cultural da UFMT
Performance Coletivo  Spectrolab
 
19h15. Auditório do Centro Cultural da UFMT
Mostra Competitiva MAUAL 2019
Classificação indicativa: 16 anos
 
Curtas em competição:
 
Fronteira Mulher
(Fran Rebelatto. PR. 2018. 13’) U.D.
 
Rebento
(Vinícius Eliziario. BA. 2019. 17’) U.F.
 
O seu sonho vale seu dia?
(Pedro Souza. DF. 2019. 7’) I.F.
 
Que som tem a distância?
(Marcela Schild. RS. 2018. 15’) U.D.
 
Guri
(Adriano Monteiro. ES. 2019. 13’)  I.F.
 
Meninas (IN)visíveis
(Isabela Aleixo e Karla Suarez. RJ. 2018. 18’) I.D.
 
Recomeço
(Wallace Magalhães. MT. 2019. 17’) I.F.
 
Trava das trevas
(Eduardo Boone. RJ. 2018. 13’) I.F.
 
Reminiscência
(Marina Ariano e Rafael Neri. PR. 2019. 6’) U.F.
 
Tommy Brilho
(Sávio Fernandes. CE. 2018. 18’) U.F.
 
Gota d’água
(Pollyana Rodrigues. MT. 2019. 13’) U.F.
 
 
Quarta-feira, 27 de novembro
 
8h. Auditório do Centro Cultural da UFMT
Aulão “Cinema Hegemônico Americano x Cinemas Periféricos”,
com Marithê Azevedo.
 
10h30. Sala Névio Lotufo do Cineclube Coxiponés da UFMT
Bate-papo sobre curtas exibidos na noite anterior.
Mediação: Belo Belo de Cinema
 
15h. Sala Névio Lotufo do Cineclube Coxiponés da UFMT
Encontro da Rede Cineclubista de Mato Grosso (REC-MT)
 
19h. Saguão do Centro Cultural da UFMT
Performance “Ato cívico”, com Coletivo Coma a Fronteira
 
19h15. Auditório do Centro Cultural da UFMT
Mostra Competitiva MAUAL 2019
Classificação indicativa: 16 anos
 
Curtas em competição
 
Sur
(Marina Gurgel. RJ. 2018. 23’) U.D.
 
Entrepernas
(Ayla de Oliveira. PE. 2018. 20’) I.F.
 
Refúgio
(Gabriela Alves e Shay Peled. ES. 2019, 20’) U.D.
 
A Barragarcense
(Gabriel Green Fusari. MT. 2019. 3’) U.E.
 
Macunã
(Carol Correia. PE. 2019. 16’) I.D.
 
Riscadas
(Karol Mendes. ES. 2019. 15’) U.D.
 
Vidas inventadas de Amélia Aragão
(Luiza Quental. RJ. 2019. 16’) U.F.
 
Nada além da noite
(Rodrigo de Janeiro. RJ. 2018. 21’) I.F.
 
Controvérsias
(Vitória Molina. MT. 2018. 15’) U.F.
 
 
Quinta-feira, 28 de novembro
 
8h. Auditório do Centro Cultural da UFMT
Aulão “Cinema, Protagonismo e Resistência”, com Juliana Segóvia
 
10h30. Sala Névio Lotufo do Cineclube Coxiponés da UFMT
Bate-papo sobre curtas exibidos na noite anterior.
Mediação: Gabriel Billy.
 
15h. Sala Névio Lotufo do Cineclube Coxiponés da UFMT
Encontro da Rede Cineclubista de Mato Grosso (REC-MT)
 
19h. Saguão do Centro Cultural da UFMT
Performance Coletivo MT Queer
 
19h15. Auditório do Centro Cultural da UFMT
Mostra Competitiva MAUAL 2019
Classificação indicativa: 18 anos
 
Curtas em competição:
 
La messias
(Edwin Alexander Gacha. Colômbia. 2019. 11’) U.F.
 
Clovito 2069
(João Manteufel. MT. 2019. 21’)  I.D
 
Alomorfia
(Thalia Helena. RJ. 2019. 5’) U.F.
 
DOD
(Jonathan Nery. MT. 2019. 4’) I.E.
 
Helicônias
(Karen Gronich. SP. 2018. 13’) U.F.
 
DragNostra
(PV Vidotti. MT. 2018. 13’) I.F.
 
Lilith
(Edem Ortegal. GO. 2018. 20’) I.F.
 
Mc Jess
(Carla Villa-Lobos. RJ. 2018. 20’) U.F.
 
Depois da meia noite
(Mirela Kruel. RS. 2019. 12’) I.F.
 
 
Sexta-feira, 29 de novembro
 
8h. Auditório do Centro Cultural da UFMT
Aulão “Edição: a Linguagem Cinematográfica”, com Marcelo Sant’Anna
 
10h30. Sala Névio Lotufo do Cineclube Coxiponés da UFMT
Bate-papo sobre curtas exibidos na noite anterior.
Mediação: Karine Queiroz.
 
15h. Sala Névio Lotufo do Cineclube Coxiponés da UFMT
Retrospectiva MAUAL 18 anos
Classificação indicativa: 16 anos
 
19h. Saguão do Centro Cultural da UFMT
Performance “Oh, Senhor Cidadão!”, com Coletivo Cena Livre de Teatro
 
19h15. Auditório do Centro Cultural da UFMT
Mostra informativa MAUAL 2019
Classificação indicativa: 16 anos
 
Curtas exibidos:
 
Sob múltiplos olhares
(Leandro Pescka. MT. 2019. 21’)
 
Der letzte tropfen
(Mattheus Magno e Karine Queiroz. MT. 2018. 7’)
 
Lançamento do “Pequi Atualidades”, cinejornal do “Pequi com câmera: produtora experimental do curso de Cinema e Audiovisual da UFMT”, sob coordenação dos professores Leonardo Esteves e Moacir Francisco de Sant’Anna Barros”.
 
Episódios exibidos:
Pequi atualidades #1 - Os belos da Belo Belo (2019, 5');
Pequi atualidades #2 - Alunos falam: Ancine (2019, 17');
Pequi atualidades #3 - Mulheres fazem cinema (2019, 12').
 
Anúncio dos curtas premiados na MAUAL 2019 pelo júri popular e oficial
 
Lançamento do curta:
6 dias depois do fim
(João Pedro Régis. MT. 2019. 17’)
 
Legenda:
U.D. – Modalidade Universitária. Categoria Documentário;
U.F. – Modalidade Universitária. Categoria Ficção;
U.E. – Modalidade Universitária. Categoria Experimental;
I.D. – Modalidade Independente. Categoria Documentário;
I.F. – Modalidade Independente. Categoria Ficção;
I.E. – Modalidade Independente. Categoria Experimental.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet