Olhar Conceito

Terça-feira, 04 de agosto de 2020

Notícias / Cinema

Filme com Gagliasso gravado em Cuiabá tem sessão na capital e deve chegar aos cinemas no segundo semestre

da Redação - Isabela Mercuri

22 Jan 2020 - 14:05

Foto: Jana Pessoa

Filme com Gagliasso gravado em Cuiabá tem sessão na capital e deve chegar aos cinemas no segundo semestre
O longa-metragem ‘Loop’, do diretor cuiabano Bruno Bini, foi apresentado a patrocinadores, equipe, imprensa e colaboradores em uma sessão especial que aconteceu na noite da última terça-feira (21), no Pantanal Shopping, em Cuiabá. O filme já havia sido lançado no Festival de Brasília, em novembro de 2019, mas esta foi a primeira exibição no local onde foi filmado. Agora, deve voltar à capital mato-grossense no segundo semestre de 2020, quando entra em cartaz no circuito comercial.

Leia também:
Filme com Gagliasso gravado em Cuiabá participa de renomado festival de Brasília

O filme conta a história de um físico, Daniel (Bruno Gagliasso), que vê sua namorada morrer e fica obcecado em voltar no tempo para salvá-la. Para isso, usa seus conhecimentos de pesquisador em busca de uma forma de transportar moléculas no tempo-espaço. O roteiro intrigante prende o expectador durante os 90 minutos de duração, e o público descobre os ‘segredos’ da trama junto ao personagem principal. Sem aprofundar nas temáticas, ‘Loop’ discute questões de relacionamento amoroso, vingança e a dicotomia entre o bem e o mal.

Cuiabá é o pano de fundo da história, e quem é da terra vai identificar 'sinais' como a Praça Popular, o bar Kartell, e referências como um show do Vanguard ("todo mundo gosta de Vanguard, essa é a lei", é uma das falas), os crimes que acontecem na rua Pedro Celestino, e a pesquisa do protagonista, que é realizada na UFMT. 

Com orçamento de R$ 3.100.000,00 (segundo o site Adoro Cinema), o longa é fruto de um projeto aprovado por editais do Governo do Estado, Prefeitura de Cuiabá, e com fundos da Lei do Audiovisual, da Agência Nacional do Cinema (Ancine) e do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Loop tem co-produção da Globo Filmes e o Canal Brasil como um dos patrocinadores.

“Estou muito feliz com essa noite”, comentou o diretor antes da sessão. “A gente está num momento em que, talvez por vias tortas, a discussão sobre produção cultural está acontecendo. Talvez não do jeito que a gente gostaria, mas está acontecendo. E isso é importante. As pessoas começaram a falar sobre cultura e, principalmente, eu tenho visto cada vez mais pessoas se posicionando e se manifestando defendendo a produção cultural, seja ela audiovisual ou qualquer outra manifestação cultural”.

A sessão contou com a presença do governador Mauro Mendes, a primeira-dama Virgínia Vendes, o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) Allan Kardec, o secretário adjunto de Cultura do Estado Paulo Traven, e o secretário adjunto de cultura do município, Justino Astrevo, além da ‘nata’ da cultura mato-grossense.

“Eu digo que eu me sinto também feliz por reconhecer que nós estamos num momento, depois de tanto sobe e desce, tanto soluço na área cultural mato-grossense e cuiabana, nós estamos num momento em que os gestores públicos estão demonstrando sensibilidade para a produção cultural. E a realização desse filme é com certeza um testemunho vivo disso”, completou o diretor.

O governador Mauro Mendes também fez uma fala antes da exibição: “Tenho dito e repito aqui o orgulho que a gente sente quando vê mato-grossense despontand, como você, na cultura, outros que produzem cultura, e tantas outras áreas do esporte, de tantas outras atividades, e eu vim aqui hoje para prestigiar não só você, mas toda a culutra, que é o nosso dever. Eu estive lá quando prefeito enquanto você venceu esse edital, e vimos todo o trabalho e empenho que você fez, tantos parceiros, o Governo do Estado também apoiando, mas, acima de tudo, o que eu acredito. Estou aqui porque eu gosto de você e gosto de cultura”, afirmou.

Mato Grosso reconhecido

Bruno é cuiabano, e já recebeu 47 prêmios por seus curtas em diversos festivais em todo o mundo. O projeto de ‘Loop’ surgiu inicialmente para um curta-metragem, e foi retomado por ele – que também é roteirista – em 2015. O primeiro edital foi selecionado em 2016 no município, mesmo ano em que a Globo Filmes entrou.

A contratação dos atores foi direta, e a escolha foi do diretor. Além de Bruno Gagliasso, participam também do núcleo principal do filme Bia Arantes (O Filme da Minha Vida), Branca Messina (Não por Acaso, 400 Contra 1) e Nikolas Antunes (Liberdade, Liberdade; Ilha de Ferro).

O contato com a Globo Filmes surgiu a partir da co-produção, que é da Valkyria Filmes, uma produtora do Rio de Janeiro. O filme passou por um processo de seleção interno da casa, com uma comissão de diretores como Cacá Diegues e Fernando Meirelles. Fernando – famoso por ter dirigido ‘Cidade de Deus’ – se interessou pela história, e entrou como supervisor artístico, pela Globo Filmes. Meirelles, inclusive, citou o mato-grossense Bruno Bini como uma grande aposta do cinema nacional em entrevista recente concedida ao site especializado ‘Omelete’.

O longa foi gravado nos meses de fevereiro e março de 2018, em Cuiabá, e retrata a capital mato-grossense nos anos 80 e 90. Além de se passar aqui, grande parte da equipe técnica também é formada por cuiabanos.  A produção é da também cuiabana Plano B Filmes.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet