Olhar Conceito

Terça-feira, 11 de maio de 2021

Notícias / Saúde e Beleza

Afeto Lab

Casal abre loja de shampoos e perfumes sólidos e faz workshops no Instagram para clientes aprenderem a fazer em casa

Da Redação - José Lucas Salvani

16 Mar 2021 - 09:25

Foto: Reprodução/Divulgação

Casal abre loja de shampoos e perfumes sólidos e faz workshops no Instagram para clientes aprenderem a fazer em casa
O casal cuiabano, Bruna Kraeski Uriarte e Eduardo Ventura, há alguns meses abriram uma loja que oferece produtos como shampoos, condicionadores e perfumes sólidos, como também ensina aos seus clientes como fazer os cosméticos em casa. A Afeto Lab busca promover que o consumidor possa passar de um estado passivo a ativo, se tornando um produtor.

Leia também:
Cuiabana vende ovos de Páscoa saudáveis, zero açúcar, lactose e glúten

“A Afeto surgiu primeiro como uma ideia e movimento. Depois como uma comunidade, eu diria. Começamos a criar uma comunidade no Instagram antes de abrir a loja. Tínhamos planos, mas sabíamos que precisaríamos de um apoio para que isso fosse para frente”, detalha Bruna sobre os primeiros passos da Afeto ao Olhar Conceito. “A Afeto Lab é a materialização de desejos muito profundos que já existiam dentro da gente, desejos de diminuir nossos impactos tanto quanto consumidores, como agora consumidores”.

Antes de iniciar a Afeto, Bruna já tinha interesse em produzir em casa seus próprios produtos artesanais após ver vídeos na internet. Ela ficou fascinada na possibilidade de evitar consumir e gerar várias embalagens plásticas que são prejudiciais ao meio ambiente, contribuindo com o movimento lixo zero. A loja passou a se tornar uma realidade quando sugeriu ao seu namorado Eduardo para que criassem a Afeto.

“Se tem uma coisa que representaria a nossa relação e fosse materializar isso, teria que ter afeto no meio”, conta sobre a escolha do nome. “Mas não é somente afeto, desse carinho e união que temos como casal há quase quatro anos, como um casal, mas temos que juntar esse sentimento bom com produção. Vamos pensar esse amor e carinho com algo que floresça. A gente tem que botar a mão na massa”, completa.

Entre os produtos comercializados pela Afeto, estão no catálogo, escovas e canudo de bambu, fio dental ecológico, absorvente reutilizável mini e noturno, bolsa impermeável, argilas, o shampoo sólido Kaolin, os condicionadores sólidos Copacabana e Ori, soap saver (para guardar os sabonetes) e ecopad.

“Os nossos produtos-estrela, os principais, são os sólidos, shampoos e condicionadores. Como somos eu e Bruna que fabricamos tudo, temos um estoque um tanto quanto limitado. A gente produz algumas vezes na semana os shampoos e condicionadores e deixamos prontos para pronta entrega. Não é um estoque para durar um mês. A gente realmente senta para fazer toda semana”, detalha Eduardo sobre o processo produtivo da Afeto.

Além da comercialização dos produtos, a Afeto faz workshops gratuitos no Instagram, ensinando a fazer alguns produtos em casa. Até a publicação desta matéria, foram três vídeos publicados: Sabonete Natural e Vegano, Ecopad do Zero e Perfume Sólido.
 

A decisão de ensinar aos seguidores partiu justamente da base que sustenta a Afeto. Bruna explica que, no momento, o mais importante para ela e Eduardo é fazer com que as pessoas engajem individualmente para que diminuam o consumo de grandes empresas que contribuem com a poluição e desmatamento. Ensinar a pessoa a fazer os seus próprios produtos em casa é a forma que encontraram de dar um caminho alternativo para aqueles que optam por não comprar o que é produzido pela Afeto.

“Diversas pessoas seguem a gente não apenas pelos produtos, mas pela ideia por trás de tudo isso. A maior parte de nossa comunidade são consumidores dessa ideologia que queremos transmitir. Então, os produtos são uma parte muito grande da gente, mas sempre falamos que a transformação precisa vir de dentro para fora. Para você querer mudar o seu estilo de vida e hábitos de consumo, primeiro a gente precisa mudar o seu interior”.

Por meio do Instagram, o casal optou por mostrar ao público todos os processos de produção dos cosméticos e o dia a dia na luta pela diminuição do consumo de plásticos e a jornada em busca pelo lixo zero. “Quando você se coloca em uma posição de estar mostrando diariamente as maneiras que você faz e pelas quais você tenta ser sustentável, você mostra como um processo, não um evento isolado”, explica Eduardo.

“É muito importante entender que o trabalho que a gente faz no Instagram, os produtos não são necessariamente o foco. É como se eles fossem parte de um corpo inteiro. É como se os produtos fossem auxiliar nessa jornada de gerar menos lixo e ter uma melhor relação de seu corpo e saúde. É como se fosse um despertar de novas coisas”, destaca Eduardo.

Conheça a Afeto Lab no Instagram.

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet