Olhar Conceito

Sábado, 16 de outubro de 2021

Notícias / Comportamento

ENTREVISTA

Por trás do Perrengue Mato Grosso: criador explica como funciona a página de humor mais famosa do estado

Da Redação - José Lucas Salvani

23 Ago 2021 - 09:35

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Por trás do Perrengue Mato Grosso: criador explica como funciona a página de humor mais famosa do estado
"Alô, vô!". A propabilidade de você ter ouvido em algum momento ao navegar pelos Stories do Instagram é grande. A página de humor Perrengue Mato Grosso reune mais de 226 mil seguidores do estado, trazendo um pouco do cotidiano mato-grossense com uma boa dose de humor e um certo cunho social diariamente, de forma que qualquer possa se identificar com alguma postagem.

Leia também:
Moradora de VG com duas vaginas usa redes sociais para falar sobre o tema com humor e leveza


Criada no início de 2020, a página sofreu mais de dois meses para conseguir atingir os seus primeiros 10 mil seguidores, mas depois não demorou muito para que crescesse cada dia mais depois de uma estratégia curiosa: trancar o perfil, privando as publicações apenas para seguidores. A decisão, porém, tem previsão de chegar ao fim visto que há planos de tornar o perfil público.

O Olhar Conceito conversou com o criador do Perrengue Mato Grosso, que detalhou como a página surgiu, motivações e a rotina para conseguir realizar o grande número de publicações que realiza diariamente. Confira a entrevista completa abaixo.

Olhar Conceito: A página no Instagram começou em janeiro de 2020. Então para começarmos, queria saber o que motivou a criação do Perrengue.

Perrengue: Bom, para quem ainda não conhece a página, somos o Perrengue Mato Grosso, uma página de humor, notícias e informação, onde compartilhamos os maiores perrengues do nosso estado e muito conteúdo engraçado! Dizem por aí que é impossível acessar e não rir. A ideia surgiu no começo de 2020. Não foi uma coisa muito planejada a princípio, eu tive uma ideia de criar um perfil para compartilhar os perrengues que aconteciam no nosso estado, (assim como Perrengue Chique faz, só que em nível nacional) as presepadas que acontecem com os mato-grossenses, notícias e humor, de uma forma divertida, engraçada, leve e um pouco debochada. E assim, sem pensar muito, criei o perfil em 28 de janeiro de 2020. Ao longo dos meses, o formato mudou bastante, criamos uma identidade única, montamos uma estratégia e os seguidores do perrengue passaram a me chamar de avô ou vovô, mas para descobrir o porquê disso, você vai ter que seguir a página.

O.C.: Muitas pessoas tem curiosidade sobre quem está por trás da página, mas na realidade, o que nos deixa mais curiosos é: quantas pessoas gerenciam o Perrengue? Apenas você? Como funciona a rotina de trabalho do Perrengue?

P.: Sou vovô, ué!! Eu administro o Perrengue Mato Grosso e o Perrengue Me Ajuda sozinho. Sou eu quem seleciona, posta, responde nos 30 dias do mês, de segunda a segunda na página. Hoje tenho uma assistente que me ajudar a baixar os vídeos que serão postados, uma outra assistente que toma conta do tiktok do Perrengue e um comercial que cuida dos contratos com os parceiros que anunciam conosco.

O.C.: O Perrengue Mato Grosso surgiu como uma página de humor, mas ao longo dos meses acabou trazendo muito do cotidiano cuiabano, relatando acidentes e outros problemas, como falta de água. A inserção desse tipo de conteúdo se deu como?

P.: Foi tudo muito natural, como eu disse, o conteúdo foi mudando aos poucos e ainda assim, trazemos sempre coisas novas, como por exemplo o tinder do perrengue. Toda sexta feira temos esse quadro que une casais que topam participar da brincadeira. Quem está atrás de um crush, fica ligado na sexta feira à noite que é sucesso. 

Costumo brincar que o vovô tem mais de 226 mil repórteres espalhados procurando perrengues por aí. Hoje em dia, quando o seguidor vê uma situação inusitada, ele ou ela já pega o celular, filma e já solta o bordão: “alô, Perrengue Mato Grosso” ou “Alô, vô”. É bem bacana essa interação porque sempre temos as notícias e informações em primeira mão. Além disso, temos a parte social, onde ajudamos a população. Quando um seguidor vê um problema como: buraco, matagal, poste queimado, falta de luz, água e demais problemas, ele me manda a solicitação e nós cobramos o órgão competente para realizar o reparo e essa medida tem se mostrado muito eficaz, porque nos damos voz à população e cobramos as autoridades até que o problema seja solucionado.

O.C.: Um ponto curioso sobre a página é que se trata de um perfil privado, então somente quem segue pode ver as publicações do Perrengue. Por que resolveu fazer um perfil desta forma?

P.: O perfil é privado por estratégia de crescimento. Ao longo do tempo percebi que muitas pessoas consumiam o conteúdo, mas não seguiam a página. Como sempre temos um conteúdo exclusivo ou engraçado, tudo é altamente compartilhável e, quando o perfil era aberto, as pessoas consumiam mas não seguiam. A partir do momento que privei o perfil dobrei o número de seguidores em 15 dias. Hoje, se você quiser acompanhar o Perrengue, você precisa seguir. Graças a Deus, os seguidores entenderam a estratégia e não reclamam mais, até porque viramos uma grande comunidade.

O.C.: Levando em consideração o número de seguidores, e pensando que muita gente já recebe o seu conteúdo, em algum momento pensou em deixar o perfil 100% público ou faz parte do “mistério” do Perrengue?

P.: Provavelmente mais pra frente eu vou abrir o perfil, ainda não sei quando, mas ele não vai ser privado para sempre não, até porque ele sendo privado, eu perco várias funções, como o arrasta pra cima.

O.C.: São 226 mil seguidores em um ano e meio de página. Por que você acha que o Perrengue Mato Grosso deu certo? Em algum momento acreditou que poderia não dar certo como deu?

P.: Confesso que não esperava esse sucesso tão rápido, muito menos essa quantidade de seguidores. A página demorou pra atingir seus primeiros mil seguidores, foram quase dois meses e meio. Em junho de 2020 batemos os 10 mil seguidores. Já em agosto batemos bater 50 mil, novembro batemos 100 mil e em 2021 chegamos a 226 mil. Às vezes ainda me assusto com essa quantidade de netos e netas que nos acompanham.

Acho que a página deu certo pela pluralidade. Conversamos com todos tipos de pessoas e fazemos humor para todos. Com certeza em algum meme você vai se identificar ou vai lembrar de alguém que também se identificaria. Alem disso, trazemos as novidades e informações em primeira mão para os seguidores.

O.C.: Em junho, você levou um susto com a página sendo desativada no Instagram. O que aconteceu?

P.: Foram três dias de muita angústia e preocupação, mas confesso que eu já estava esperando. O Facebook e o Instagram estavam muito instáveis porque mudaram as diretrizes. A maioria das páginas de humor e influencers começaram a ter seus conteúdos removidos sem mais nem menos porque iam contra as diretrizes da comunidade Quando você acumula muitos strikes, você pode ter sua conta deletada e foi isso que aconteceu. Desativaram o @perrenguematogrosso por três dias. Nesse meio tempo, procurei uma assessoria especializada em Goiânia e consegui ter minha página restaurada.

O.C.: A página surgiu alguns meses antes da pandemia do novo coronavírus. Neste momento, principalmente quando ficamos trancados em casa, passamos a consumir ainda mais conteúdo na internet e as redes sociais como Instagram e TikTok se tornaram ainda mais utilizadas. Para você, o sucesso da página tem alguma relação com o fato de termos passado a consumir ainda mais as redes sociais ou acredita que apenas o seu conteúdo foi suficiente?

P.: A página surgiu no final de janeiro e a pandemia veio com tudo em março. O conteúdo nesse meio tempo era pouco. A partir do momento em que todo mundo se viu obrigado a ficar em casa, tudo mudou. Como eu estava em casa também, foquei 110% do meu tempo no perrengue. Abandonei tudo que fazia e coloquei minha vida ali e busquei levar o melhor conteúdo para os seguidores da mesma forma como faço hoje. A maioria das pessoas que estavam em casa também também passaram a consumir mais o digital, o sucesso era questão de tempo. Acho que foi junção de timing perfeito com o conteúdo que as pessoas queriam ver.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet