Olhar Conceito

Sábado, 22 de junho de 2024

Notícias | Música

IBN COMPROU TERRENO

Programação do Galpão continua normalmente neste ano e novo espaço será escolhido para 2023

Foto: Reprodução / Ilustração

Programação do Galpão continua normalmente neste ano e novo espaço será escolhido para 2023
O empresário e proprietário do Galpão, Orivaldo Bini, conhecido como “Bino do Galpão”, disse que apenas o terreno da casa foi adquirido no contrato de compra e venda junto à Igreja Batista Nacional (IBN) Cristo Rei. Conforme explicou, os impactos da pandemia de Covid-19 atingiram diretamente o negócio, impossibilitando sua continuidade no local atual. Informou, por outro lado, que o nome continua e que as programações organizadas para este ano acontecerão normalmente. Em 2023, novo local será escolhido para levar a marca da lendária casa de shows, que há mais de 30 anos faz história no segmento de eventos em Várzea Grande e já foi palco para os grandes Amado Batista e Eduardo Costa.


Leia mais: 
Após 30 anos de história, terreno do Galpão é comprado por igreja evangélica e servirá de estacionamento e espaço para projetos sociais

Decepcionado por ter perdido o ponto que fez história durante as décadas de funcionamento, Bino informou sobre a impossibilidade de continuar no mesmo local após os impactos causados pela pandemia de Covid-19, que atingiram diretamente o setor e, também, o Galpão.

“Ficamos um ano e meio parados (devido às restrições de biossegurança), as contas foram vencendo, 22 funcionários na folha, resolvemos vender o terreno. Uma decepção, assinei contra minha vontade”, lamentou.

Embora tenha vendido o terreno para IBN usar como estacionamento aos fieis e como espaço para atividades sociais, Bino disse que a marca não foi vendida e que as atividades agendadas para esse ano acontecerão normalmente na casa. Além disso, já deixou claro que, em 2023, um novo lugar servirá como sede para o Galpão.
 
“O que eu construí em 30 anos, eu perdi em um ano e meio praticamente fechado. Levaria pelo menos 10 anos para recuperar. É muito triste, decepcionante. Estou fazendo isso contra a minha vontade”, lamentou em fala cedida à Rádio CBN.

Terreno vendido

Após 30 anos fazendo história no setor de eventos em Várzea Grande, o terreno do Galpão foi comprado pela Igreja Batista Nacional (IBN) Cristo Rei. A aquisição foi comunicada nesta segunda-feira (12). Localizado na Avenida Dom Orlando Chaves, agora o local de 7 mil metros quadrados que já foi palco de grandes nomes como Amado Batista e Eduardo Costa, funcionará de estacionamento aos fiéis e para projetos sociais da igreja. O empresário Oviral Bini, proprietário da casa, lamentou o processo e disse que a negociação foi contra a sua vontade.

Nas redes sociais, o Pastor Osvaldo Junior Coutinho compartilhou a celebração pela compra do espaço, após negociação de quase três anos. “Hoje foi um dia memorável, dia de celebrar ao nosso Deus por uma grande conquista. Depois de praticamente três anos de negociação, muita conversa, hoje assinamos o Contrato de Compra e Venda do Galpão”, comunicou.

Com mais de 7 mil metros quadrados, o terreno fica localizado ao lado da igreja e, conforme o pastor, o local era um desejo antigo para os planos da IBN. “Deus sabe o quanto precisávamos desse terreno para os nossos planos para a glória de Deus”, disse Osvaldo.

O empresário Orival Bini, proprietário do o Galpão, disse em entrevista à rádio CBN que a venda do imóvel foi necessária por conta da crise desencadeada pela pandemia da Covid-19 e que os eventos já agendados para esse ano ocorrerão normalmente.
 
 
 
 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet