Olhar Conceito

Quarta-feira, 29 de maio de 2024

Notícias | Artes visuais

NESTA QUINTA-FEIRA

Videoarte sobre Macunaíma com estética reinventada no cerrado mato-grossense é exibido na Casa das Pretas

Foto: Ju Queiroz

Videoarte sobre Macunaíma com estética reinventada no cerrado mato-grossense é exibido na Casa das Pretas
O videoarte “Macunaíma Pop do Cerrado”, vencedor do edital Cine Motion da Secretaria de Estado de Cultura, Esportes e Lazer de Mato Grosso (Secel-MT), terá sua primeira exibição ao público nesta quinta-feira (25), nos muros do Centro Cultural Casa das Pretas, localizado na Praça da Mandioca, em Cuiabá. A projeção ocorrerá a partir das 22h e faz parte da programação do evento “Agitando a Resistência Negra”, promovido pelo Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso (Imune-MT), em parceria com a Casa das Pretas.


Leia mais
Geoparque de Chapada dos Guimarães é retratado em série documental


O videoarte homenageia a personagem símbolo do movimento antropofágico brasileiro, capitaneado por Mário de Andrade. Proposto por Ju Queiroz, dirigido por Sol Ferreira e Rodrigo Zaiden, que também roteirizou o vídeo, Macunaíma Pop do Cerrado, concretiza uma proposta radical de descolonização da estética hegemônica e das subjetividades racistas e sexistas, trazendo de volta toda a irreverência do anti-herói mais controverso da literatura nacional.
 
O projeto foi aprovado em 2021, perto do ano em que a Semana de Arte Moderna completaria 100 anos. O vídeo foi gravado em Cuiabá e Chapada dos Guimarães, num cenário pós-pandêmico, revelando as relações caóticas entre a humanidade, natureza e virtualidade.
 
Na versão ‘Pop do Cerrado’, Macunaíma é rasgado pelas (re)existências seculares de indígenas, negros, ribeirinhos e populações rurais, como também de corpos em transição e fluidez de gênero que se manifestam no cerrado, o segundo maior bioma brasileiro.
 
A equipe de produção com a expertise da filmagem e edição de Henrique Santian, direção de produção de Paula Dias, finalização e sonoplastia de Caju, figurino e beleza por Alisson Rangel e atuações da multiartista primaverense, Alice Anayumi e do carioca erradicado em Campo Grande (MS), Felipe Lourenço. O projeto também teve apoio da Kaiardon Produções.
 
“Nossa proposta foi libertar Macunaíma do Cerrado do processo de branquitude, abrindo novas possibilidades de sentir e afetar”, pondera a produtora executiva Ju Queiroz.
 
Para o roteirista Rodrigo Zaiden, uma das inovações, “é a proposição de uma narrativa circular, trabalhando com um looping, de forma que é possível começar a assistir o trabalho no ponto da minutagem em que ele se encontrar”.
 
Já para Sol Ferreira, “Macunaíma do Cerrado flerta com o naturalismo fantástico e o afrofuturismo, trazendo um conceito de universo distópico total e por isso está imperdível”.
 
Para acompanhar as novidades do projeto, o perfil do Instagram é o @macunaimadocerrado.
 
Serviço

Projeção aberta do videoarte Macunaíma Pop do Cerrado

Quando: 25 de maio (quinta-feira)

Horário: a partir de 22h

Onde: Praça da Mandioca, Centro de Cuiabá.
 
(Com informações da assessoria)
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet