Olhar Conceito

Quarta-feira, 29 de maio de 2024

Notícias | Literatura

na casa silva freire

Oficina gratuita propõe criação de poemas a partir de sinais gráficos em Cuiabá

Foto: Reprodução

Oficina gratuita propõe criação de poemas a partir de sinais gráficos em Cuiabá
A Casa Silva Freire, no Centro de Cuiabá, abriu inscrições para o última oficina da série "Silva Freire Machina", em 14 de setembro, das 13h30 às 17h30. O escritor Caio Augusto Ribeiro foi o responsável por desenvolver as atividades realizadas mensalmente desde junho. No encontro, os participantes serão provocados a olhar fontes, letras e sinais gráficos como imagens totais para extrair deles grafismos e representações. 

 
Leia também
Cerimônia secreta de casamento de Maíra Cardi e Primo Rico tem músicos e cerimonialistas cuiabanos


"Vamos lançar um olhar minucioso sobre esses e outros instrumentos de diagramação, além das teclas da máquina de escrever. Como exercício, vamos construir poemas que explorem as fontes e sinais gráficos com parte central do texto". 

Na quarta edição, titulada "Grafologias", textos de Theodor W. Adorno se entrelaçam aos poemas de Silva Freire. As inscrições para a atividade podem ser efetivadas via formulário online e são gratuitas. "Para participar, basta ter curiosidade, papel e caneta", estimula Caio.

Escrita Intensivista

É Caio quem conduz o Núcleo de Experimentação em Escrita Intensivista "Silva Freire Machina", que é mais uma frente do programa educativo da Casa Silva Freire. O artista foi movido pelo propósito de fomentar e provocar a escrita de textos alinhados com o Intensivismo, vanguarda literária mato-grossense fundada em 1951 por Wlademir DiasPino e outros poetas, a exemplo de Silva Freire.

Segundo ele, o objetivo do núcleo é incentivar uma produção contemporânea do Intensivismo, agora com mais recursos tecnológicos disponíveis para potencialização dos poemas e do próprio conceito de Intensivismo, cuiabania e literatura.

O escritor dedica-se ao estudo da obra de Silva Freire e realiza um trabalho de animação cultural pela preservação da memória desse que é um dos expoentes do Intensivismo. Foi assim que ele criou o termo "escrita intensivista".  

"É um conceito que carrega um simbolismo duplo. Se por um lado popularizaram-se as 'oficinas de escrita criativa' – cujo nome para mim não faz sentido, já que 'toda escrita é criativa' – por outro, o Intensivismo deixou muitas dúvidas sobre como seria a sua 'inscrição'".

Caio explica que para se entender o Intensivismo é preciso diferenciar "escrita de inscrição". É assim que surge o conceito de "escrita intensivista". Durante o percurso, Caio estimulou a escrita em várias dimensões, estimulou a criatividade com a utilização de técnicas como blecaute, recorte e interferência e também propôs a produção de poemas/textos. Por fim, a proposta é a construção de poemas a partir de letras e sinais gráficos.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet