Olhar Conceito

Quarta-feira, 22 de maio de 2024

Notícias | Cinema

Sessão Vitrine Petrobrás

'Propriedade' será exibido no Cine Teatro após fazer sucesso em circuito de festivais internacionais

Foto: Reprodução

'Propriedade' será exibido no Cine Teatro após fazer sucesso em circuito de festivais internacionais
Um dos filmes brasileiros mais comentados no último ano dentro do circuito de festivais, "Propriedade" será exibido na "Sessão Vitrine Petrobrás", no Cine Teatro, nesta terça-feira (27), às 19h30. O valor da entrada é de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). 


Leia também 
Perna de pau, circo e arte digital: multiartista cuiabana rompe fronteiras com NFTs


Com direção de Daniel Bandeira (o mesmo de “Amigos de Risco”), o thriller foi gravado entre 11 de setembro e 7 de outubro de 2018. Propriedade imprime na tela a tensão que o país vivenciou, com a equipe recepcionando os resultados do primeiro turno eleitoral daquele ano no último dia de filmagens na Fazenda Morim, de São José da Coroa Grande, em Pernambuco. 

“Havia aquele gráfico da apuração das eleições, do Norte Vermelho e do Sul Azul. Então, essa ideia original acabou sendo infiltrada por essa percepção de que o Brasil estava dividido. Ele sempre esteve dividido, na verdade, mas isso acabou me afetando de forma inédita. Propriedade acaba sendo um comentário também sobre como a violência que acontece na cidade tem suas raízes muito profundas, que retrocedem no espaço. No campo e no tempo, porque são questões muito antigas, muito históricas. Então, no final de contas, a gente acaba vendo somente o efeito imediato dessa opressão na cidade, muitas vezes não se dando conta de que a origem disso está no campo, está na história”. 

Houve também uma camada adicional percebida, a posteriori, pela atmosfera claustrofóbica, quase uma alegoria do isolamento social que tomaria o mundo um ano depois.

Com o protagonismo da narrativa muitas vezes concentrado em Tereza e Dona Antônia, personagens respectivamente interpretadas por Malu Galli e Zuleika Ferreira, Daniel encontrou uma forma de representar a incomunicabilidade de duas integrantes de diferentes esferas sociais.

“Eu acho que a gente vive em um momento em que é muito difícil se colocar no lugar do outro, de entender as motivações do outro. E, com isso, a gente acaba perdendo as nuances, as motivações, coisas que a gente poderia usar para tentar resolver nossas diferenças”. 

No Brasil, Propriedade esteve na programação do Festival do Rio (com a montagem de Matheus Farias sendo premiada), da 46ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, do 17º Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro, da 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes, da 17ª CineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte, Rio Fantastik Festival 2023 (eleito, entre demais prêmios e menções, Melhor Longa-Metragem e Melhor Diretor de Longa-Metragem pelo Júri Oficial), entre outros. 

No circuito internacional, passou por renomados festivais do calendário anual, como o Festival de Berlim, o Edimburg International Film Fest, o MotelX (de Lisboa, Portugal), o espanhol Sitges, os americanos Brooklyn Horror Fest e Fantastic Fest (vencedor de Melhor Filme em ambos), o holandês Leiden International Film Festival, entre outros. Está também agendada uma exibição em 20 de dezembro no MoMA, o Museu de Arte Moderna de Nova York, dentro do programa The Contenders 2023, um recorte com as obras mais influentes e importantes dos últimos 12 anos. 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet