Olhar Conceito

Segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Notícias / Colunas

Dica de cinema: Sci-fi tenta profecia, mas tropeça em maneirismos

Fellipy Damian

29 Set 2013 - 15:35

Foto: Reprodução

Sci-fi tenta profecia, mas tropeça em maneirismos

Sci-fi tenta profecia, mas tropeça em maneirismos

A ficção científica que versa sobre o conflito de classes, traz dois importantes atores brasileiros encorpando uma produção hollywoodiana, Wagner Moura e Alice Braga. O mencionado conflito e os atores são exatamente aquilo que me atraiu até uma sala de cinema para ver Elysium, do diretor sul-africano Neill Blomkamp, o mesmo de Distrito 9 (2009).

O filme começa com a ambientação comum às narrativas cinematográficas e o faz de forma literal e didática. Com isso, perde de forma um tanto tosca a oportunidade de revelar as abismais injustiças sociais com naturalidade. A inteligência do público se torna dispensável. Max (Matt Damon) trabalha em condições insalubres e, em decorrência disto, é diagnosticado com apenas cinco dias de vida.Sua esperança é invadir Elysium, uma espécie de planeta artificial onde habita a classe dominante, e onde qualquer doença pode ser curada em segundos.

O filme pode ser premiado pelos seus cenários, figurinos e maquiagem. Impressionam. Os brasileiros convencem, e fica evidente que Wagner recebeu o convite para filme por seu Capitão Nascimento. Mas eles só estão ali por um motivo mais relevante, que é bem questionável: a favelização do planeta, pelo menos de Los Angeles, seguida pela latinização do mesmo.

A desigualdade social no cinema sempre será um tema oportuno, como também, será oportuno em qualquer outra vertente artística, dado o caráter subversor que a arte propõe e proporciona. Mas em Elysium essa subversão não se realiza. O filme está impregnado de clichês e maneirismos cinematográficos desnecessários que o tornam um filme igualmente desnecessário. E essa impressão fica potencializada para qualquer um que já tenha visto a trilogia Matrix, ou outra obra do gênero.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Redes Sociais

Sitevip Internet