Olhar Conceito

Terça-feira, 22 de outubro de 2019

Notícias / Turismo

Bonsucesso está na Rota do Peixe, dos turistas e da população; gastronomia, tradição e cultura

Da Redação - Marianna Marimon

22 Jan 2014 - 17:45

Foto: Reprodução

Bonsucesso está na Rota do Peixe, dos turistas e da população; gastronomia, tradição e cultura
As ruas são estreitas e remetem à sensação de uma cidade perdida no tempo e no espaço. É como se as ruas de paralelepípedos transportassem para o início da civilização em Mato Grosso. Mas, o ano é 2014, e este pequeno distrito de Várzea Grande, conhecido como Bonsucesso faz parte da Rota do Peixe, e serve aos turistas e população, pescados frescos e opções diversas. E como não é só de peixe que vive o homem, o distrito também é repleto de artesanato regional, festas religiosas e doces caseiros.

Leia também: Estreia do 1º videoclipe do grupo Monofoliar; Mundo Som já está na rede

Além dos pesqueiros e dos restaurantes que servem comida na beira do rio Cuiabá, com uma visão privilegiada de um ponto não poluído fecham a beleza da paisagem em Bonsucesso. Um refúgio, um recanto. A única dificuldade para os que visitam pela primeira vez é quanto à sinalização, já que há apenas uma placa sinalizando o caminho para o distrito, e depois, só quando se chega de fato a Bonsucesso.



Mas, o cenário chega a ser bucólico. Antigas máquinas de engenho de açúcar também podem ser apreciadas em uma visita ao distrito, que dão um toque ainda mais saudosista aliada às ruas estreitas. Bonsucesso nos remete a um tempo que não chegou a ser nosso, mas que conhecemos bem através das histórias e estórias de um povo antigo que preserva as suas raízes culturais.



Não só um lugar gastronômico (e que gastronomia mais sublime consegue chegar o peixe com o toque tradicional de quem vive à beira do rio), mas também cultural e que guarda em seu coração, pedaços de tradições que não se perderam no tempo. E também as tradicionais festas de santo que todos os anos ocorrem na comunidade.



Este refúgio está situado a apenas 15 km do centro de Várzea Grande e faz parte da Rota do Peixe. Um dos locais que deve ser saboreado pelos turistas durante a Copa do Mundo, cujo fluxo máximo será de 80 mil pessoas, conforme dados da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O distrito se alonga por mais de 1 mil metros do rio Cuiabá.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • LUNETA
    23 Jan 2014 às 09:11

    MUITO BONITO O LUGAREJO DE BELEZA ÍMPAR, ONDE AINDA SE VÊ ENGENHOS MOVIDOS A BOI DE CANGA, MAS TRATANDO-SE DA GASTRONOMIA LOCAL, EMBORA MUITO SABOROSA, O PREÇO DEIXA MUITO A DESEJAR. É MUITO SALGADO. NÃO DÁ PRÁ LEVAR A FAMÍLIA, COM 04 PESSOAS E COMER UMA BOA PEIXADA SEM DESEMBOLSAR EM MÉDIA UNS R$ 200,00 REAIS. PREFIRO AS PEIXARIAS DO SÃO GONÇALO BEIRA-RIO, ONDE VC COME BEM E É MAIS EM CONTA LEVANDO A SUA FAMÍLIA DE 04 PESSOAS.

  • joão do canto
    23 Jan 2014 às 08:16

    pegou mal mostrar um pescador com um Dourado, pois este tipo de peixe esta proibido de pescar até o ano de 2015.

  • ivan
    22 Jan 2014 às 19:34

    ja estive nesse lugar a alguns anos atras ainda era estrada de chao mas ao chegar la compensava os km rodados na poeira e buracos esse lugar e mesmo aconchegante ainda quero voltar ai se deus quiser e agora o acesso e rapido asfalto

Redes Sociais

Sitevip Internet