Olhar Conceito

Domingo, 23 de janeiro de 2022

Notícias | Turismo

Basílica Senhor Bom Jesus

Depois de 20 anos, sinos e relógios da Catedral voltam a funcionar; Veja fotos

Foto: Júlio Rocha

Depois de 20 anos, sinos e relógios da Catedral voltam a funcionar; Veja fotos
Dentre as atrações turísticas, culturais e arquitetônicas de Cuiabá, as igrejas com certeza estão no topo da lista. E após 20 anos, o tradicional badalar dos sinos da Catedral Basílica Senhor Bom Jesus de Cuiabá, junto dos relógios, também parados no tempo, voltam a funcionar.

No dia 23 de fevereiro, o funcionamento destes ícones que fazem parte da história de muitos cuiabanos é retomado à sociedade, às 9h, no tradicional domingo de missa, por meio de um Convênio entre a Secretaria de Estado de Cultuara de Mato Grosso (SEC-MT) e a Mitra Arquidiocesana de Cuiabá.

De acordo com informações da assessoria, foram dois meses de trabalho, cujo prazo estipulado em contrato para a restauração, revitalização e automação de Sinos, Campanários e Relógios das torres da era de quatro meses, até o dia 31 de março de 2014.

Os sinos e campanários passaram por um processo de restauração com limpeza química para retirada de oxidação e ferrugem, tratamento e pintura automotiva para conservação, onde foram notados detalhes escondidos pelo tempo. Dentre eles, homenagens ao cuiabano general Eurico Gaspar Dutra, presidente da república de 1946 a 1951, e ao governador João Ponce de Arruda de 1956 a 1961.



Também um poema de Dom Francisco de Aquino Corrêa que homenageia Cuiabá e define o slogan muito usado “Cidade Verde”, assim:

“Sob os flabelos reais de mil palmeiras
Tão verdes sobranceiras
E lindas como alhures não as há
Sob alcatiras da mais verde relva
Em meio a verde selva
Eis a cidade verde Cuiabá”. 


Funcionamento dos sinos e relógio

Durante a semana os sinos tocarão ás 6h, 12h e 18h, na hora da Ave Maria, momento em que se reza o terço, uma tradição da igreja Católica, e a população que reside na região central poderá novamente ser acordada com o famoso badalar, até mesmo se situar com os horários. Aos domingos os sinos badalam para chamar os fiéis às 6h30, 8h30, 16h30 e 18h30, meia hora antes da missa. Agora algumas músicas poderão ser tocadas por meio dos sinos, em momentos especiais.

São seis sinos de bronze divididos entre as duas torres, cada um com um tamanho diferente, sendo que o maior pesa 1,5 toneladas e o menor aproximadamente 900 quilos.



Quanto aos relógios, foram feitos reforços de sustentação dos mesmos, que passarão a funcionar as oito faces, sendo quatro em cada torre. Os equipamentos foram todos importados da Itália. Quando funcionava há mais de 20 anos eram apenas três faces com mostrador de horário em cada torre.

Resgate histórico

Após um minucioso restauro e reparo para a retomada do funcionamento de seus Sinos, Campanários e Relógios, a Catedral irá representar não somente seus valores estéticos, agrega ainda sentimentos e memórias da população, como elementos imateriais presentes nas manifestações das festas tradicionais e do chamamento para as missas.

Tendo sua construção datada da década de 70, a Catedral Basílica Bom Jesus de Cuiabá apresenta diversos elementos em sua arquitetura e suas manifestações religiosas que evidenciam sua relevância histórica e cultural no Estado de Mato Grosso. Todos estes elementos fortalecem os laços entre a comunidade cuiabana e os visitantes que esta capital recebe, tendo a Catedral Basílica como grande atrativo tanto turístico quanto religioso.



E que agora passarão a ter visitação agendada por escolas, turistas e grupos interessados em conhecer um pouco da história de Cuiabá.

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet