Olhar Conceito

Terça-feira, 13 de abril de 2021

Notícias / Música

história e cultura

Música e culinária típicas marcam o Dia do Rasqueado na Praça Ipiranga nesta sexta-feira

Da Redação - Marianna Marimon

13 Dez 2013 - 15:54

Foto: Reprodução

Música e culinária típicas marcam o Dia do Rasqueado na Praça Ipiranga nesta sexta-feira
Rasqueado significa arrastar os dedos pelas cordas. Este estilo musical é tipicamente cuiabano e até leva o nome da cidade junto. Nascido após a Guerra do Paraguai em uma mescla de polca paraguaia com o siriri mato-grossense, surgiu o pré-rasqueado, que demorou a ser aceito pela sociedade. Mas, que hoje é considerado um dos símbolos da cultura de Mato Grosso, e por isto, comemora-se em 15 de dezembro, o Dia do Rasqueado Cuiabano. E a celebração acontece nesta sexta-feira (13) na Praça Ipiranga.

Leia tambémShows, samba, rock e teatro prometem agitar o fim de semana em Cuiabá

Conforme artigo de Milton Pereira Pinho sobre a origem e a história do rasqueado, o pré-rasqueado se limitou aos acordes de siriri/cururu devido ao desenvolvimento da viola-de-cocho. Mas, foi apenas com a Proclamação da República, que o rasqueado passou a se inserir no cotidiano da elite imperial, que para agradar o povo, na melhor síntese do que é o ‘pão e circo’, acabou por disseminar o estilo musical.

Mas, de lá para cá, o rasqueado sofreu mutações, e se transformou em um som mais urbano, que deixou a beira do rio para adentrar nos muros da cidade. E com os tradicionais ‘tchá co bolo’ cuiabanos e as procissões de santos, que o rasqueado realmente virou no gosto da terra quente, a partir da década de 20 e com a entrada dos instrumentos de sopro, se transmutou em música e dança urbana.

Desta longa história, fizeram parte Mestre Ignácio que imprimiu esta nova roupagem do rasqueado que até hoje movimenta Cuiabá, e tantos outros, como o Conjunto Serenata, Dunga Rodrigues, Mestre Luiz Marinho, Zelito Bicudo, Tote Garcia, Mestre Albertino, e tantos outros.

O rasqueado é tão eclético que compõe até com a Orquestra do Estado de Mato Grosso, que incorporou elementos da música no repertório, com parcerias com Pescuma, Henrique & Claudinho, e o símbolo-mór da cultura mato-grossense: a viola-de-cocho.

Para comemorar tanta história, a Secretaria Estadual de Cultura e a Secretaria Municipal de Cultura, se uniram para trazer ao público, uma rica programação para marcar esta sexta-feira (13), o que é o rasqueado cuiabano, na Praça Ipiranga, durante todo o dia. E é claro, que a culinária cuiabana, com a paçoca de pilão socada, Maria Isabel, farofa de banana e peixe frito.

Confira a programação completa:

9:00 Abertura

10;00 Nelson Cristal

11:00 Os Originais

12:00 Kinyou Mega Show

13:00 Os Originais

14:00 Mistura do Forró

15:00 Flor Morena - A Rainha do Rasqueado

16:00 Roberto Lucialdo - O Rei do Rasqueado

17:00 Matheuzinho do Teclado

18:00 Thais Serra

19:00 João Eloy e Nádia Neves

20:00 Agnaldinho do Teclado

21:00 Grupo de Siriri Flor do Campo

22:00 Encerramento

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet