Olhar Conceito

Domingo, 22 de setembro de 2019

Notícias / Gastronomia

Nutricionista ensina como desintoxicar organismo depois de festas de fim de ano

Da Redação - Stéfanie Medeiros

06 Jan 2014 - 16:00

Foto: Reprodução

Nutricionista ensina como desintoxicar organismo depois de festas de fim de ano
Depois de dois feriados onde a dieta fica esquecida, o organismo pode estar sofrendo as conseqüências das altas taxas de gordura contida naqueles três pratos de sobremesa que você comeu porque “era natal” ou “ano novo”.

Leia mais: Comece 2014 mais saudável: aprenda receita de lasanha light

Em resposta aos exageros de fim de ano, nosso organismo pode apresentar sintomas como: intestino preso ou diarreia, gosto amargo na boca ao acordar, baixa resistência imunológica, dores de cabeça, inchaço, alergias e indisposição.

Para que as coisas voltem a se equilibrar, a nutricionista Cynthia Bassi, do Hospital e Maternidade São Critóvão, indica a dieta conhecida como “Detox”, para desintoxicar o organismo. Mas já alerta que esta dieta deve ser temporária e não visa à perda de peso. “A dieta detox quase sempre é hipocalórica e pode não atingir todas as necessidades de vitaminas e minerais, por isso deve ter tempo determinado e não ser adotada de forma permanente”, explica.

Embora o objetivo não seja da dieta não seja o emagrecimento, isto pode acontecer. O intuito da Detox, na verdade, é beneficiar o organismo com a inclusão de alimentos de fácil digestão e com propriedades depurativas, agindo especialmente no fígado e intestino, responsáveis pela metabolização e excreção de até 80% dos nutrientes e toxinas.

“Após cometer os excessos, é importante retomar a rotina de alimentação adequada no intuito de eliminar os exageros cometidos, purificar e dar energia ao corpo, além de melhorar a digestão e absorção de nutrientes, acelerando o metabolismo e diminuindo a sensação de mal estar”, explica a profissional.

O que deve entrar no cardápio durante a desintoxicação

Durante a dieta, é fundamental lembrar das fibras, que são carboidratos não digeridos pelo organismo e que auxiliam o seu bom funcionamento, especialmente na limpeza e regulação do intestino, “Elas são encontradas em alimentos integrais como biscoito, arroz, pães, aveia, açúcar mascavo, linhaça e cereais em geral”, esclarece a nutricionista Cynthia.

Frutas, verduras e legumes, também devem compor o cardápio, por conterem poucas calorias e serem ricas em nutrientes. “A melancia que além de refrescante é diurética, o abacaxi que auxilia na eliminação de impurezas, o gengibre melhora a digestão, fortalece o sistema imunológico e combate a constipação intestinal; a berinjela tem ação digestiva e laxante e a couve que estimula a produção de enzimas, ajuda na eliminação de toxinas e é fonte de vitamina B que facilita o metabolismo dos macronutrientes” diz a profissional.

“Frutas cítricas, como o limão, laranja, kiwi e acerola possuem substâncias antioxidantes e fortalecem a imunidade. Os peixes e chás, também devem estar presentes no período pós-páscoa”. A hidratação deve ser reforçada, por isso a nutricionista indica o consumo de oito a dez copos de água ao dia, para auxiliar na eliminação de toxinas.

Para obter um resultado mais eficiente na desintoxicação, alguns cuidados são recomendados para melhorar a resposta do organismo às mudanças, “Cerca de três dias antes, retire o café da dieta, para que a cafeína não atrapalhe a ação da enzima citocromo, responsável pela eliminação de toxinas e nesse período prefira alimentos orgânicos, que são livres de agrotóxicos”, ensina a nutricionista.

Além disso, alguns alimentos devem ser consumidos com moderação nessa fase, é o caso do leite, pães e massas, que devido à presença de lactose e glúten, tem digestão lenta e ação inflamatória, e das carnes vermelhas que tem maior quantidade de toxinas.



Veja abaixo uma sugestão de cardápio desintoxicante:

Café da manhã
1 copo de leite de soja light; 1 fatia de pão sem glúten com 1 colher rasa de requeijão light; ½ mamão papaia com 1 colher de sobremesa de semente de linhaça.

Lanche
1 taça pequena de salada de frutas; 1 copo de água de coco.

Almoço
1 prato de sobremesa cheio de salada de folhas verdes + tomate + cenoura ralada + salsinha + pepino, temperada com 1 colher de chá de azeite de oliva e vinagre; 2 colheres de sopa de arroz integral;½ concha de feijão; 1 posta média de filé de pescada grelhado; 1 fatia fina de melancia.

Lanche
1 copo de suco verde (1/4 de folha de couve + 1 colher de sopa de salsinha + 1 fatia de abacaxi); 2 castanhas do Pará; 1 fatia de queijo branco +

Jantar
1 prato de mesa de salada de repolho + beterraba ralada + tomate temperada com 1 colher de chá de azeite de oliva e vinagre; 1 fatia de batata doce cozida; 1 sobrecoxa assada sem pele; 1 taça de gelatina diet.

Ceia
1 fatia de pão light com 1 colher de geléia; 1 xícara de chá de dente de leão.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jair castro rodrigues
    18 Jun 2018 às 15:45

    Eu ,tenho medico faço sempre os exames ,sou diabetico tipo 2 hereditario mae era tipo1 .vou procurar denovo a medica nutricionista boa tarde obrigado .

  • Maria das dores de oliveira Felisberto
    09 Fev 2018 às 19:42

    Desentoxicante

  • Taiza Helena Menezes Pestana
    05 Dez 2017 às 22:23

    Maravilhoso

Redes Sociais

Sitevip Internet