Olhar Conceito

Quinta-feira, 09 de dezembro de 2021

Notícias / Artes visuais

População poderá conferir apresentações culturais durante o Encontro Indígena

Assessoria/Secel

28 Abr 2015 - 12:35

Com participação de indígenas de cinco povos mato-grossenses, o VIII Encontro Indígena de Mato Grosso, no Museu de Pré-História Casa Dom Aquino, é uma oportunidade para a população vivenciar um pouco da cultura dos Bororo, Xavante, Kayabi, Kuikuro e Waurá. As etnias participam do evento, em Cuiabá, representando os 42 mil indígenas de Mato Grosso, e encantando o público com manifestações culturais e artesanato.

O VIII Encontro Indígena de Mato Grosso começou nesta segunda-feira (27.04) e segue até o dia 04 de maio. A programação cultural, com apresentações de danças e cantos, é aberta ao público e a entrada é um quilo de alimento não perecível. As atividades ocorrem das 14h às 18h, durante a semana, com exceção do dia 01 de maio. Depois continua no sábado (02.05), das 14h às 21h, com acréscimo de narração de contos e feira de comidas típicas. No domingo (03.05), o evento ocorre das 14h às 18h.

O secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Leandro Carvalho, e a secretária-adjunta de Cultura, Regiane Berchieli, compareceram à abertura nesta manhã. Na ocasião, o gestor ressaltou a importância do Estado apoiar atividades voltadas à valorização da cultura indígena, reforçando que o Encontro é uma maneira de despertar a sociedade para o respeito aos povos e à natureza.

“Eventos como este precisam estar na agenda, pois possibilitam que as pessoas vivenciem um pouco da cultura indígena. O conhecimento desmistifica e é fundamental para estimular a troca de experiências e a integração cultural“. Ele também lembrou da ligação de Marechal Cândido Rondon à causa indígena, destacando que o evento faz parte do conjunto de ações do Governo do Estado em comemoração aos 150 anos de Rondon.

Representando as etnias, o Bororo Helinho Kurugua Eiga emocionou os participantes ao falar da importância do respeito à diversidade cultural dos povos. “Torço para que o povo branco valorize nossa cultura e nossa história, somos brasileiros também”. E concluiu reforçando a necessidade das instituições de ensino estimularem as crianças a conhecer e aprender sobre os povos indígenas.

E propiciar a troca de vivências culturais é um dos objetivos do evento, que contará com a presença de estudantes de 15 escolas de Cuiabá e Várzea Grande, além de duas instituições de Nova Xavantina e Nova Brasilândia.

A abertura também contou com a participação da presidente do Instituto de Ecossistemas e Populações Tradicionais (Ecoos), Suzana Hirooka, organização responsável pela gestão do Museu de Pré-História Casa Dom Aquino, e também representantes da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e da Sociedade de Arqueologia Brasileira, além de pesquisadores e estudantes.

A programação do VIII Encontro Indígena de Mato Grosso inclui o debate sobre a questão indígena e a relação dos povos com Marechal Rondon. Um dos destaques é a participação de Tweed Roosevelt – presidente da “Theodore Roosevelt Association” e bisneto do ex-presidente americano Theodore Roosevelt. Ele participará de uma mesa de discussões, dia 04 de maio, com tema “A atualidade da expedição Roosevelt-Rondon”.

Paralelo ao encontro, também ocorrerá a Terceira Reunião da Sociedade Brasileira de Arqueologia Brasileira (SAB), Núcleo Centro Oeste. Entre os temas, “Arqueologia histórica e as linhas telegráficas de Rondon” e "I Encontro olhares acadêmicos e indígenas: arqueologia da paisagem em movimento".

Confira a programação do VIII Encontro Indígena de Mato Grosso e da Terceira Reunião da Sociedade Brasileira de Arqueologia Brasileira (SAB).

SERVIÇO: O Museu de Pré-História Casa Dom Aquino está localizado na Avenida Beira Rio, em frente ao estacionamento da Unic. Mais informações (65) 3634-4858 e 9254-3921.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Redes Sociais

Sitevip Internet