Olhar Conceito

Sábado, 04 de dezembro de 2021

Notícias / Política Cultural

tradição

Taques toma posse como presidente de honra do Instituo Histórico e promete levar cultura local "além das fronteiras"

Da Redação - Jardel P. Arruda

29 Abr 2015 - 10:06

Taques em visita a Casa Barão em 2014

Taques em visita a Casa Barão em 2014

Sob o som de uma flauta, de um violão e dos aplausos dos mais importantes historiadores, geógrafos e escritores de Mato Grosso, o governador Pedro Taques (PDT) tomou posse como presidente de honra do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso (IHGMT), na noite de terça-feira (28), na Casa Barão de Melgaço. A honraria é prevista em estatuto, como forma de aproximar o poder público da instituição.

Leia mais:

Cuiabá ganha novo cineclube: Estreia exibirá lançamento de diretor cuiabano

“Essa é uma tradição secular que remonta a fundação do Instituto Histórico e Geográfico, em 1919. Assim, fica o convite para o governador agir em prol da história e da cultura do Estado, se aproximar do instituto e de seus membros”, afirmou o historiador João Carlos, presidente do IHGMT e ex-secretário de Estado de Cultura, em entrevista à imprensa.

E o chamamento de João Carlos foi respondido pelo governador. “A cultura de Mato Grosso não pode ficar escondida, comprimida as paredes da Casa Barão de Melgaço. Este governo irá contribuir para que a cultura de Mato Grosso se espalhe além das fronteiras”, disse Pedro Taques.

Outro problema abordado pelo governante é a atual falta de ensino sobre a história e geografia regional nas escolas. Quando o vestibular era utilizado ao invés do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) para o ingresso na Universidade Federal de Mato Grosso e questões da história local fazia parte da seleção, as escolas dedicavam parte do Ensino Médio para preparar seus alunos com teste conhecimento. Agora, com uma prova nacional, sem a regionalização, nada disso é explorado em sala de aula.

Medalha

Ao tomar posse como presidente de honra, Pedro Taques, que compareceu ao evento acompanhado da primeira-dama Samira Martins, também foi condecorado com a medalha Dom Aquino Correa. O bispo foi presidente de Mato Grosso e principal incentivador da criação da Academia Mato-Gossense de Letras e do IHGMT, tendo sido presidente de honra das duas instituições.

O Instituto Histórico e Geográfico de MT é composto por 40 membros, entre mestres e doutores de variados compôs de estudos, principalmente história e geografia. A sede fica na Casa Barão de Melgaço, a qual é dividida com a AML. A mais recente atuação do IHGMT é um curso sobre história e geografia de Mato Grosso, ministrado na Assembleia Legislativa de abril até maio deste ano.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet