Olhar Conceito

Sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Notícias | Cinema

representante da arte

Filme que conta a história de vida de Irigaray terá lançamento com exibição gratuita

Foto: Reprodução / Da Assessoria

Clóvis Irigaray

Clóvis Irigaray

A vida de um dos maiores representantes da arte mato-grossense, Clóvis Irigaray Hugueney, se tornou filme documentário pelas mãos do diretor João Gordo Manteufel, e será lançado na próxima terça-feira (5), em sessão gratuita.

Leia mais:

Cidade Arte Irigaray: Uma homenagem ao mestre e mais sete artistas chega ao coração da cidade

Este é mais um dos projetos “Biografias” do diretor, que já retratou “Ivens Scaff – O poeta bem comportado” e pretende lançar, em 2017, uma homenagem a Dalva de Barros. Como é possível perceber, o cineasta busca homenagear os artistas vivos. "Como diria minha avó, Dona Lola, homenagem se faz em vida", cita o diretor.

Para produzir este filme, Menteufel entrevistou diversas pessoas, como Lúcia Palma, Serafim Bertoloto, Beto Dock Lorenzo Falcão, Babu78, Rai Reis, Moniquinha, Eduardo Mahon, Flávia Salem, Viviene Lorzi, Ivan Belém, Eduardo Ferreira, Capucine Picicaroli, Fátima Irigaray e Maria Irigaray. Além disso, usou recursos de animação para contar a história do artista.

Irigaray nasceu em 1949 em Alto Araguaia, e iniciou sua carreira em 1968, em Campo Grande. Foi em Cuiabá, após a criação do Museu de Arte e Cultura Popular (MACP), da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que buscou retratar os indígenas, elemento imaginado segundo sua ótica urbana.

Além de simplesmente contar a história, o filme é uma reflexão sobre o cenário atual das artes plásticas no estado, pois, como diz Irigaray: "É importante que o artista tenha liberdade de expressão. O artista tem que ter liberdade! Senão, a gente está decapitado”. Para isso, o diretor usa diferentes linguagens: "Numa linguagem sem linhas definidas, sem conceitos pré-determinados, que flutuam pelas décadas da vida do artista, a narrativa de Hirigaray na cidade das artes se espelha nas camaleônicas fases desse brilhante artista", explica Manteufel.

Para levar a discussão para um maior número de pessoas, o diretor vai distribuir cem exemplares do filme em escolas públicas do estado. O projeto tem apoio da Secretaria de Estado de Cultura.

“Irigaray na cidade das artes” tem 88 minutos de duração, e levou um ano para ser filmado, buscando enfatizar a essência do artista. A direção de fotografia é de Mario Zugair e Rai Reis, as animações de Erick França, produção da dupla Keiko Okamura e Alessandra Barbosa, áudio Leo Djan, trilha Estela Ceregatti e produção executiva de Lilian Santanna. Direção, Roteiro e montagem de João Gordo Manteufel.

Serviço


Lançamento do documentário Irigaray na cidade das artes
Dia: 05 de julho de 2016
Local: Casa do Parque
Horário: 19h30
Entrada Franca
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet