Olhar Jurídico

Sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Artigos

Por uma OAB/MT diferente, Moreno, Presidente!

Autor: Paulo Lemos

22 Out 2015 - 10:34

Depois de muito refletir sobre o passado glorioso e de luta por justiça social para o povo e pelas prerrogativas da advocacia brasileira, da Ordem dos Advogados do Brasil, confrontando com a quadra atual, crítica e vacilante, da OAB/MT, e mirando nos grandes e inúmeros desafios que a classe tem pela frente, principalmente de retomada da Ordem para o conjunto da advocacia matogrossense e de resgate da credibilidade da Instituição por parte da sociedade civil, resolvi assumir posição pela oposição, pelo projeto encabeçado pelo advogado José Moreno.

Concluí que valerá a pena caminhar junto daqueles que estão se dispondo à fazer mais e melhor pela advocacia e sociedade matogrossense, fazendo diferente, com independência, transparência e participação.

Concluí, também, que sequer a expectativa de um panorama diferente pela frente seria possível com os grupos que representam o estabelichment dos últimos 20 anos, hodiernamente, fragmentado e inoperante, até pela força corrosiva do tempo e dos (des)interesses dos seus mandantes e representantes.

Concluí, outrossim, que, embora reconheça que os outros projetos não sejam totalmente ruins, nenhum deles detém as condições necessárias para fazer a travessia da OAB/MT de volta para a advocacia e a sociedade, por estarem deveras comprometidos com a atual gestão, tendo participado diretamente dos seus atos, como, por exemplo, de definição das prioridades de governança e de realização de despesas e aprovação das contas de gestão.

Concluí, sobre o discurso dos pretensos candidatos que integraram a atual gestão, que é subestimar a inteligência e abusar da boa fé alheia assumir a (im)postura de se declararem agora oposicionistas ou independentes, depois de passarem os três anos derradeiros juntos e misturados, na gestão da Instituição, sem se contraporem a ela em momento algum e aproveitando das benesses de sua estrutura para fazerem campanha antecipada.

Ora, dentre os pretensos candidatos que participam da atual gestão - seja na qualidade de membros diretores, titulares do conselho estadual ou presidentes de comissão -, não se pode cogitar em segunda ou terceira via, porquanto são uma via de mão única, a mão da situação. Fora dessa conclusão, todo o resto é truque de retórica e ilusão.

Por estas razões é que tomei minha decisão, de tomar posição pela oposição, pelo projeto encabeçado por José Moreno, nas próximas eleições.

Não haverá como colher frutos novos e diferentes num futuro próximo, semeando e cultivando as mesmas sementes e pés no inverno hodierno da OAB/MT dos dias de hoje.

Precisamos permitir que a estação mude e que a primavera da renovação venha!

Precisamos chamar a OAB/MT à ordem!

Por uma OAB/MT diferente, Moreno, Presidente!


Paulo Lemos é professor e advogado matogrossense.
Sitevip Internet