Olhar Jurídico

Domingo, 15 de dezembro de 2019

Artigos

Atitude na Ordem, Moreno presidente!

Autor: José Moreno

30 Out 2015 - 15:12

Advogadas e advogados mato-grossenses, sociedade em geral, nesta semana, mais precisamente aos dias 27 de outubro de 2015, às 17h, algo de novo e de suma importância aconteceu, o movimento "A Casa em Ordem", responsável por refletir e conclamar o conjunto da advocacia à chamar a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Mato Grosso, a ordem, resgatando a referida Instituição para suas origens e finalidades precípuas, converteu-se na chapa "Atitude na Ordem", devidamente registrada para o pleito.

O movimento " A Casa em Ordem" e, depois, a chapa "Atitude na Ordem" nasceram da conjugação de vários sentimentos, sendo o primeiro deles da indignação, indignação com o comportamento e os rumos da gestão OAB/MT, que, aparelhada politicamente e refém de interesses fisiológicos, privados, pouco ou quase nada fez, descumprindo sua missão de defensora intransigente das prerrogativas da advocacia e da valorização de cada profissional da classe, seja jovem ou já experimentado advogado, seja dono de escritório ou contratado, seja da iniciativa privada ou área pública, seja de qual gênero for, mulher ou homem.

Além disso, não se viu, sobretudo no último triênio, a OAB/MT se colocar na vanguarda ou pelo menos participar de nenhum dos grandes e legítimos movimentos perpetrados pela população mato-grossense e brasileira, como se nada estivesse ocorrendo de errado e irregular em Mato Grosso, seja dos eventos daninhos e corrosivos de corrupção, inclusive da modalidade de inversão de prioridades, nas vísceras dos Poderes constituídos, seja da violência que ceifa vidas todos os dias, ou da falta de atendimento médico-hospitalar que, igualmente, promove a morte, diuturnamente.

Em momento algum se viu a OAB/MT presente, sendo que, na verdade, esteve sempre ausente, beirando ao autismo institucional.

Por esses e outros motivos é que aceitei o desafio, a convocação de um sem número de colegas, para encabeçar um projeto corajoso e audacioso, comprometido e verdadeiro, vibrante e contagiante, de resgate da OAB/MT, de seu chamamento à ordem, enquanto candidato à presidente, pela chapa "Atitude na Ordem".

Porém, isso não se faz apenas com boas intenções e apoios, e, também, com um programa de governança e gestão viável e concreto, moderno e sintonizado com as justas e legítimas aspirações coletivas e individuais da advocacia e da população.

O nosso plano de governança e gestão é pautado por cinco pilares edificantes, considerados cláusulas pétreas, irrenunciáveis e sendo vedado qualquer retrocesso acerca deles, sendo eles: independência; ética e cidadania; transparência e participação; defesa das prerrogativas e; valorização da advogada e do advogado, de todos.

Nos próximos artigos, pretendo anunciar publicamente nossas propostas prioritárias dentro de cada um dos eixos citados acima, fazendo uma breve explanação sobre elas e me comprometendo com todas, sem mudar um ponto ou uma vírgula, a não ser que seja para mais, de modo algum para menos.

Entretanto, aqui e agora, aproveito o ensejo para compartilhar duas propostas, compromissos, pinceladas do tópico da "independência" da (na) Ordem, a fim de libertar ela das grades e correntes atuais: primeiro, desvinculação partidária de todos os diretores da OAB/MT, promovendo o seu desaparelhamento; segundo, eleições diretas para o quinto constitucional, ou seja, para as vagas abertas à advocacia nos tribunais de justiça, prevenindo assédios imorais sobre os conselheiros, bem como evitando que a OAB/MT vire balcão de negócios ou de interesses privados desse ou daquele outro.

Por fim, queridas advogadas e queridos advogados, a par de me sentir honrado e muito feliz pelo chamado que recebi, nós, a chapa "Atitude na Ordem", convidamos, ou melhor, conclamamos a todos, para cerrar fileiras conosco, a bem de uma OAB mais atuante e melhor preparada para defender as prerrogativas e valorizar toda a advocacia, bem como para, de forma independente, transparente, participativa, ética e cidadã, se fazer presente em todos os eventos considerados relevantes pelo conjunto da cidadania.

Até a vitória e que Deus nos abençoe!
Sitevip Internet