Olhar Jurídico

Segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Notícias / Criminal

Mensalão: decisão do STF vai abrir ou fechar porta da impunidade, avalia advogado

Da Redação - Julia Munhoz

09 Ago 2012 - 09:15

Foto: Reprodução

Advogado João Bosco Ribeiro Barros Junior

Advogado João Bosco Ribeiro Barros Junior

O advogado João Bosco Ribeiro Barros Junior acredita que mais que as discussões pontuais referentes ao julgamento do Mensalão o grande reflexo causado pelo andamento processual no Supremo Tribunal Federal (STF) será quanto a decisão dos ministros sobre o caso, que, no ponto de vista dele, deve mudar a maneira de se julgar no Brasil.

“No meu entendimento o julgamento do Mensalão é para o Brasil o ponto inicial para abrir ou fechar a porteira da impunidade”, avaliou o advogado, durante entrevista ao Olhar Jurídico.

Mensalão: veja como foi a defesa de deputado, banqueiros e ex-ministro em tempo real
Mensalão: Defesas de Pedro Henry e do ex-deputado Pedro Corrêa serão ouvidas hoje no STF
Mensalão: veja como foi 2º dia das defesas na sessão do STF
Mensalão: Veja como foi o 1° dia do julgamento dos 38 réus

Segundo João Bosco, o desfecho do julgamento mais polêmico e aguardado da história da política brasileira deve acarretar em uma higienização do processo. “Não digo membros, mas eles vão se sentir pressionados, expostos intimados e obrigados a mostrar porque estão ali. A linha que eles formarem agora poderá se perpetuar por dezenas de anos por mais que a lei evolua”.

Julgamendo do Mensalão

Na tarde desta quinta-feira (09) os ministros do Supremo darão continuidade ao julgamento do Mensalão. Os trabalhos seguem com a argumentação da defesa dos 38 réus envolvidos no escândalo.

A grande expectativa para hoje será quanto a defesa do deputado federal mato-grossense Pedro Henry (PP) acusado de lavagem de dinheiro, corrupção passiva e formação de quadrilha

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Leiriane
    29 Abr 2018 às 12:59

    Preciso falarmos você me liga 996825775

Sitevip Internet