Olhar Jurídico

Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Notícias | Eleitoral

conquista

Justiça eleitoral brasileira é exemplo para o mundo, avalia Paulo Taques

Com experiência de 18 anos militando em diversas campanhas, o advogado Paulo Zamar Taques avalia que a Justiça Eleitoral brasileira é hoje um exemplo para o mundo porque, de uma forma ou de outra, consolida o processo democrático e, sobretudo, assegura "respeito à vontade do eleitor".

No ponto de vista de Taques, que participa hoje de um congresso internacional em Madri (Espanha), a jovem democracia brasileira tem se fortalecido por causa do avanço tecnológico, como a implantação da urna eletrônica, e da definição de regras balizadoras para as eleições em todos os níveis.

"A urna eletrônica, sem dúvida, foi a maior conquista porque deu maior segurança ao processo como um todo, pois garante ao eleitor que seu voto será computado e sua vontade, respeitada. O sistema é muito seguro e vai ser paradigma para o mundo", vaticina.

Outro avanço, segundo ele, foi a regularização da contratação de cabos eleitorais.

"Ao contrário do que muita gente pensa, a contratação [de cabos eleitorais] não é compra de voto. Pelo contrário, legitima ainda mais todo o processo e dá segurança à contabilidade da campanha", acrescenta.

Após provocação do Olhar Jurídico de que a contratação pode sim ser compra de votos institucionalizada, Taques ressalta que "não se pode subestimar a capacidade de raciocínio e o senso crítico do eleitor".

"Os eleitores não votam mais pensando em levar vantagem pessoal. A esmagadora maioria vota após avaliar propostas, o perfil do candidato e está mais consciente", acrescenta.



Atualizada
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet