Olhar Jurídico

Domingo, 31 de maio de 2020

Notícias / Criminal

Relator critica 'pacto de silêncio' dos acusados de envolvimento com Cachoeira

Agência Câmara

22 Ago 2012 - 11:14

O relator CPMI do Cachoeira, deputado Odair Cunha (PT-MG), criticou o “pacto de silêncio” dos acusados de envolvimento com a organização criminosa investigada pela comissão.

Os dois depoentes de hoje, ligados ao governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), se recusaram a depor, amparados por habeas corpus.

Quanto ao ex-corregedor da Polícia Civil de Goiás Aredes Correia Pires, Odair Cunha afirmou que a “quebra do sigilo funcional dele é evidente”. O relator lembrou que “ele tinha um aparelho Nextel [fornecido por Cachoeira] e colaborou vazando informações da Polícia Civil. Agora, reafirma com seu silêncio o seu vínculo com a organização criminosa”.

Em relação ao presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop), Jayme Eduardo Rincón, o relator disse que a Delta foi beneficiada com a desclassificação de outra empreiteira em duas licitações da Agetop. Segundo ele, essa é uma prova de que organização criminosa foi configurado e atendido é evidente.

Além disso, num dos computadores de Wladimir Garcez (ex-vereador pelo PSDB e ex-presidente da Câmara Municipal de Goiânia) apreendidos pela polícia havia duas minutas de edital de licitação da Agetop. ?"Prova que ele buscava influenciar, escrevendo editais da Agetop", segundo Cunha.?

O relator chamou a atenção dos integrantes da comissão para uma interceptação de 12 de agosto do ano passado entre Cláudio Abreu e Cachoeira em que discutem a manipulação do resultado de uma licitação na qual a construtora Delta tinha interesse. Cláudio Abreu era o representante da Delta no Centro-Oeste.

“Rincón poderia explicar como se dá o processo de desclassificação em licitações da Agetop, pois houve um pedido expresso de desclassificação da construtora Caiapó, o que realmente ocorreu”, disse. Na mesma interceptação, lida pelo relator, há diversas menções a propinas, dependendo do que a Delta conseguisse na licitação.

A comissão está reunida na sala 2 da ala Nilo Coelho, do Senado.
Sitevip Internet