Olhar Jurídico

Domingo, 31 de maio de 2020

Notícias / Criminal

Senador se indigna diante de MS que exclui Marconi Perillo da CPMI do Cachoeira

Especial para o Olhar Jurídico - Mylena Petrucelli

22 Ago 2012 - 16:07

Foto: Reprodução

Senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP)

Senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP)

Diante do mandado de segurança impetrado pela Assembleia Legislativa do Estado de Goiás que impede o convocamento do governador Marconi Perillo junto à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira, o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) indignou-se e classificou o MS feito por Jardel Sebba como 'absurdo, descabido e ridículo'.

Randolphe ainda garantiu que o ministro Marco Aurélio de Mello, que é o relator do mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF), irá rejeitá-lo imediatamente por ser descabido.

O senador amapaense também afirmou que a CPMI tem o dever de intimar e indiciar o governador goiano, pois fatos novos que surgiram após desdobramentos da investigação, tornaram ainda mais evidente a ligação do governador com o esquema do bicheiro Carlos Cachoeira.

Veja a íntegra da matéria no Olhar Direto
Sitevip Internet