Olhar Jurídico

Domingo, 31 de maio de 2020

Notícias / Geral

Sistema CIA será implantado no Fórum de Cuiabá

Da Assessoria

23 Ago 2012 - 09:12

No próximo dia 29 de agosto, o sistema de Controle de Informações Administrativas (CIA) começará a ser expandido para o Fórum Desembargador José Vidal, em Cuiabá. Com a instalação do CIA no Tribunal de Justiça de Mato Grosso, em abril deste ano, todos os processos administrativos que aportaram na instituição a partir de então deixaram de ser físicos e passaram a ser confeccionados diretamente por meio eletrônico.

A partir das 10h do dia 29, a equipe da Coordenadoria de Tecnologia da Informação (TI) do TJMT fará uma palestra no auditório do fórum para apresentar o sistema e suas vantagens aos servidores. O presidente do TJMT, desembargador Rubens de Oliveira Santos Filho, vai prestigiar a abertura do evento.

Já no dia seguinte, quinta-feira (30 de agosto), 25% dos 612 servidores vão começar a passar por capacitação para lidar com o CIA. As aulas práticas serão realizadas na Escola dos Servidores Desembargador Atahide Monteiro da Silva, das 8h às 12h. Esse treinamento terá continuidade até 5 de setembro. O sistema será implantado e começará a ser utilizado efetivamente no fórum a partir do dia 10 de setembro.

O coordenador de TI do TJMT, Carlos Campelo, pondera que acima de tudo a expansão do CIA para o Fórum da capital e posteriormente para as unidades judiciárias do interior vai alinhar e padronizar os procedimentos das comarcas de diferentes entrâncias e da Primeira com a Segunda Instância da Justiça Estadual. “Esse tipo de ação representa a confirmação dessa integração que o desembargador Rubens de Oliveira visa promover”, afirmou.

Além disso, Campelo ressaltou que com a implantação do CIA no Fórum de Cuiabá, o Poder Judiciário Mato-grossense está imprimindo celeridade ao processo, ampliando sua participação na política sem papel defendida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), mostrando responsabilidade social, pois a instituição investe na sustentabilidade e, de quebra, busca ferramentas para desonerar a máquina pública.

O coordenador salientou que além da economia com a redução do uso do papel e da impressão, o CIA, que tem um editor de texto próprio, proporcionará também dispensa da aquisição de software do Word e ainda diminuição de espaço físico para armazenamento das informações.

O gerente de projetos de TI do TJMT, Odilon Rauen, também destaca outros benefícios do CIA, como a otimização da rotina de trabalho, maior segurança no acesso à informação e a possibilidade de acompanhamento em tempo real da tramitação do processo por meio do número único que cada processo receberá.

Odilon explica que quando um expediente ou processo sai do fórum para o Tribunal de Justiça ele é protocolizado duas vezes, uma em cada instituição. Com o CIA, esse procedimento será realizado em um único momento, pois será inserido no sistema, sendo direcionado à secretaria responsável no TJMT diretamente pelo meio eletrônico.

Aceitação– Conforme a TI, a aceitação do CIA no Tribunal de Justiça foi muito boa e em quatro meses de funcionamento já há 35 mil processos em trâmite no sistema. Inclusive o presidente da instituição, desembargador Rubens de Oliveira, já assinou 200 processos digitalmente. Um destaque dentro do sistema CIA é o programa de solicitação de diárias, que está sendo feita totalmente por meio virtual.
Sitevip Internet