Olhar Jurídico

Quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Notícias | Política de Classe

recursos

Eder vai ao TRF para não ser mais réu no escândalo dos maquinários

23 Mai 2012 - 11:43

Da Editoria - Marcos Coutinho/Da Redação - Julia Munhoz

Foto: Reprodução

Eder vai ao TRF para não ser mais réu no escândalo dos maquinários
Ex-secretário de Fazenda e da Copa, Eder Moraes Dias vai ingressar com um recurso no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF) para não continuar a figurar como réu no processo do caso dos maquinários. De acordo com fontes ligadas ao ex-gestor, o recurso a ser interposto ainda nesta quarta-feira (23) deve ser um agravo de instrumento.

Ele tenta reverter a decisão do juiz da 1ª Vara Federal, Julier Sebastião, que o colocou na condição de réu no escândalo que culminou no desvio de R$ 44 milhões na compra de maquinários. Um dos maiores casos de desvio de dinheiro ocorridos na gestão Blairo Maggi/Silval Barbosa.

Segundo as mesmas fontes, o próprio autor da Ação Popular, o empresário Antônio Sebastião Gaeta, já teria solicitado ao juiz a retirada do nome de Eder como réu por entender que como secretário de Fazenda, na época, ele teria apenas encaminhado documentos para a Secretaria do Tesouro Nacional e BNDES.

Como o pedido foi negado pelo magistrado federal, a defesa do ex-secretário tentou agora com recurso no TRF retirar o nome dele da lista de réus, que também tem os ex-secretários de Administração e Infraestrutura, Geraldo De Vitto e Vilceu Marchetti, respectivamente.

O desvio dos R$ 44 milhões teria ocorrido quando o Governo do Estado fez a aquisição de 705 máquinas e caminhões através do programa “MT 100% Equipado”, em 2010, no final da gestão do ex-governador Blairo Maggi (PR) e início da administração do atual, Silval Barbosa (PMDB).


Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet