Olhar Jurídico

Sábado, 15 de junho de 2019

Notícias / Geral

Ministra do TSE devolve direitos políticos a Júlio Campos, que está livre para se candidatar

Da Redação - Jardel P. Arruda

05 Dez 2015 - 09:58

Foto: Reprodução

Ministra do TSE devolve direitos políticos a Júlio Campos, que está livre para se candidatar
A ministra Maria Thereza, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), devolveu os direitos políticos ao ex-deputado federal Júlio Campos (DEM), anteriormente cassados por oito anos pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Com isso, o parlamentar poderá concorrer às eleições de 2016 se quiser.

Leia mais:
Após cassação de Júlio Campos, defesa vai pedir efeito suspensivo de decisão

“O prejuízo político, eleitoral e emocional, decorrente da condenação pelo Tribunal Regional é irreparável, mas nada como um dia após o outro para que, com a graça de Deus, a verdade seja restabelecida”, desabafou o ex-prefeito, ex-governador, ex-senador e ex-deputado, Júlio Campos.

O TRE de Mato Grosso havia cassado o mandato de Júlio, então deputado federal, em julho de 2014, pelo crime eleitoral de gastos ilícitos na campanha. Na ocasião, quatro juízes eleitorais entenderam que o democrata comprou votos e optaram pela condenação, contra um voto pela absolvição.

A ministra ancorou sua decisão monocrática no voto divergente do juiz eleitoral Samuel Dália Júnior, e reiterou não ter vislumbrado provas contundentes para justificar uma cassação e a inelegibilidade pelo período de oito anos.

18 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Maria Helena Monteiro da Costa
    09 Jan 2016 às 20:42

    Julio,Julio, homem de grande valor....Julio,foi o nosso melhor Governador,e o mais brilhante Senador pós divisão territorial de MT. A Ministra Maria Thereza (que é tida como a mais radical e seria e honesta do TSE), nos deu a alegria de poder votar em Julio Campos, em 2018, limpando com creolina a injustiça cometida pelos Juizes do TRE-MT.

  • Marcos
    09 Dez 2015 às 05:28

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Geraldo Dellamonica
    07 Dez 2015 às 21:32

    Xinguem, falem mal, mais igual a Julio Campos e Dante de Oliveira, não teremos tão cedo surgir na politica de MT. Serios,trabalhadores e honestissimos, perto desses bandidos que comandam hoje MT e o Brasil.Parbens ao TSE,em especial a honrada Ministra Maria Tereza,por fazer justiça a um dos cidadaão que mais trabalhou por este estado nos ultimos 40 anos.Não acredito que queira candiatar-se, mais teria meu e milhares de votos por toda terra de Rondon.

  • Juca Pirama
    07 Dez 2015 às 00:06

    Julinho pode até ser difamado, pelos que tem medo de sua lingua, mas, jamais será esquecido, principalmente por tudo que fez e representa para nosso querido MT.

  • Armindo de Figueiredo Filho
    06 Dez 2015 às 19:16

    Mesmo com a decisão do TST, favorável ao Sr. Júlio Campos, de voltar a exercer cargos públicos, eletivos etc e etc. É salutar que o mesmo suspenda a chuteira. Chega!!!! Já deu tudo o que poderia dar. A sua trajetória política não foi uma das melhores, nem tão pouco ruim mas houveram muitas altas e baixas. Chegou o momento de dizer àdeus á política. Dê chances aos novatos... O povo cuiabano agradece.

  • milton jaqueira
    06 Dez 2015 às 15:09

    Tem seus méritos...mas lembram do "canetaço" aos professores com seis meses sem receber ? Alguém , desse pessoal sabe o que é necessidade? Aquela atitude destruiu tudo de bom que fez....

  • RENATO COUTINHO FILHO
    06 Dez 2015 às 14:19

    JULIO TEM HISTÓRIA NO NOSSO GROSSO, ENFIM A FAMILIA CAMPOS, JULIO CAMPOS, QUATRO ANOS DE GOVERNO, QUARENTA DE PROGRESSO

  • calibre22
    06 Dez 2015 às 13:46

    Lembro desse povo a 40 anos atrás e vejo eles hoje. Conseguiram muita grana. Nem com salários de presidente, eu conseguiria ter o que eles tem. É o que há.

  • souzza
    06 Dez 2015 às 12:35

    Julio Campos foi o Governador que mais trabalhou por Mato Grosso!!Depois dele só teve pau rodado..que passou o mandato sem nada a acrescentar...a não ser..a roubalheira do dinheiro publico..o pior que esses caras não são de Mato Grosso,e só usaram o governo para se promover....

  • ziraldo
    06 Dez 2015 às 10:33

    ganhou na justiça e perdeu dentro de casa, pq fia dele agora é quem ta administrando os bens de da mãe dele eh julinjo ocê rodou na parada

Sitevip Internet