Olhar Jurídico

Domingo, 26 de junho de 2022

Notícias | Eleitoral

MPE alerta eleitores sobre práticas consideradas criminosas no dia da eleição

04 Out 2012 - 13:22

Assessoria de Imprensa do Ministério Público do Estado de Mato Grosso

Como parte das ações previstas no projeto 'Dignidade Eleitoral', desenvolvido pelo Ministério Público do Estado de Mato Groso no município de Rondonópolis, o promotor de Justiça Ari Madeira Costa divulgou nesta quinta-feira (04.10) um informativo sobre práticas que serão consideradas abusivas no dia da eleição, como boca de urna e compra de votos.

O promotor de Justiça alerta aos eleitores sobre as consequências das práticas consideradas criminosas. Destaca que a formação de listas com catalogação de endereços e números de títulos para compra e venda de votos pode resultar em prisão em flagrante no momento da anotação dos dados e o eleitor poderá, também, responder a processo crime. “Cuidado! Não forneça seu título de eleitor para ninguém até domingo, somente faça isso no local da votação. Não seja um 'lista suja'”, alertou o promotor de Justiça.

Outro item abordado pelo representante do Ministério Público refere-se ao 'derramamento' de sobras de campanha pelas ruas da cidade. “Esclareço a todos os candidatos e partidos que esta prática será tomada como gasto ilícito/abusivo, sujeitando às penas da lei (ambiental, criminal e eleitoral) o autor do crime. Fiquem cientes de que serão centenas de câmeras espalhadas pela cidade, inclusive, dos próprios candidatos e eleitores. Não basta votar, tem que fiscalizar e ter dignidade”, conclamou.

Em relação à boca de urna, além da possibilidade de prisão em flagrante, o promotor de Justiça informa que tal prática poderá fazer com que o envolvido se torne um 'ficha suja'. “Entre outros prejuízos, o cidadão 'ficha suja' ficará impossibilitado de participar de concursos públicos”, informou.

Segundo ele, os três candidatos ao cargo de prefeito em Rondonópolis assinaram uma carta, perante ao Ministério Público, pedindo aos seus eleitores que não votem em quem fizer "listas sujas".
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet