Olhar Jurídico

Domingo, 21 de julho de 2019

Notícias / Trabalhista

Grupo Modelo realiza leilão para quitar dívidas trabalhistas e pagar credores

Da Redação - Paulo Victor Fanaia Teixeira

03 Abr 2017 - 14:57

Foto: Reprodução

Supermercados Modelo

Supermercados Modelo

A massa falida do Grupo Modelo realiza leilão de bens móveis no próximo dia 17. A liquidação respeita decisão proferida pela 1ª Vara Cível da Comarca de Cuiabá. A rede de supermercados entrou em processo de falência em agosto de 2014 e desde então, enfrenta complicadas negociações com ex-funcionários, por dívidas trabalhistas.

Leia mais:
Credores do Modelo denunciam dívidas trabalhistas não pagas: "virou bagunça"; adminstrador esclarece


O administrador judicial do Grupo Modelo, Antonio Luiz Ferreira, explica que essa determinação judicial início a uma fase crucial do processo de falência, permitindo a arrecadação de recursos para o pagamento primeiramente de dívidas trabalhistas e, em um segundo momento, dos credores da rede de supermercados.

Dentre os 23 lotes que serão colocados à leilão pela empresa Kleber Leilões, estão aparelhos de ar condicionado central, equipamentos de panificação, freezers, refrigeradores, prateleiras, balcões, armários e equipamentos de refeitório.

O Grupo Modelo entrou com pedido de autofalência no dia 29 de agosto de 2014, na Vara Especializada de Falência, Recuperação Judicial e Cartas Precatórias de Cuiabá, um mês após fechar as portas das três últimas lojas abertas. O conglomerado possuía cerca de 3 mil trabalhadores diretos e um mil indiretos.

O fechamento das lojas teve início em janeiro de 2013. Ao todo o Grupo possuía cerca de 14 unidades entre hipermercados, supermercados e atacarejos (vendas no atacado e varejo). 

A rede possuía, ainda, sua própria empresa de distribuição, a ABS Logística, localizada no Distrito Industrial de Cuiabá, mais precisamente na rodovia BR-364, sentido Cuiabá-Rondonópolis. 

Nota do Grupo Modelo:

Conforme recentes decisões prolatadas pela 1ª Vara Cível da Comarca de Cuiabá, os bens que integram o acervo patrimonial da massa falida do Grupo Modelo deverão ser leiloados. O administrador judicial, Antonio Luiz Ferreira, explica que essa determinação judicial é extremamente importante e dá início a uma fase crucial do processo de falência, permitindo a arrecadação de recursos para o pagamento dos credores.

De acordo com os advogados David Garon e Amanda Gehlen, que assessoram o administrador judicial, a primeira etapa dos leilões engloba os bens móveis e de menor valor, enquanto, paralelamente, é realizada a avaliação dos bens imóveis para futuro leilão, sobre os quais a expectativa de arrecadação é maior.

Os leilões de bens móveis já estão ocorrendo e são amplamente divulgados por meio de jornais locais, destacando-se que no dia 17 de abril ocorrerá, na cidade de Rondonópolis, o leilão dos bens que integravam a unwww.kleiberleiloes.com.bridade do Supermercado Modelo.

É importante ressaltar que os leilões ocorrerão de forma presencial e online, sendo que os interessados podem conferir os lotes e se cadastrar para participar por meio do site www.kleiberleiloes.com.br.

Com a alienação, o administrador judicial, por meio de sua equipe financeira e contábil, composta pelos profissionais contadores Rafael Alcântara e Hélio Pessoa Soares, sócios da UNICONT, prestará contas detalhadas do resultado nos autos do processo de falência.

Mais informações podem ser consultadas no site: www.alferreira.com.br

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Luiz Otavio
    03 Abr 2017 às 17:46

    rapido esse processo de falencia,tem alguns que não term andamento desde 2000

Sitevip Internet