Olhar Jurídico

Quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Notícias / Constitucional

Promotores rebatem críticas e chamam Gilmar Mendes de “sensacionalista”

Da Redação - Lázaro Thor Borges

09 Ago 2017 - 17:28

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Promotores rebatem críticas e chamam Gilmar Mendes de “sensacionalista”
Na mesma semana em que chamou o Procurador-geral da República de “o mais desqualificado procurador da história”, o ministro Gilmar Mendes teceu críticas ao trabalho dos grupos de investigação dos ministérios públicos do país e afirmou que os inquéritos abertos por estes órgãos são “terra de ninguém”. Em resposta, a Associação Nacional de Membros do Ministério Público (Conamp) emitiu nota nesta quarta-feira (09) em que chamou a declaração de Mendes de sensacionalista.

Leia mais:
Silval confessa trama envolvendo empresários e Consórcio VLT para pagar empréstimo de R$ 29 milhões; entenda


No documento, os promotores afirmam ser incorreta a afirmação de que os grupos de investigação, como Gaeco e Gecoc, trabalham sem controle. A Conamp lembrou que qualquer investigação do Ministério Público é submetida a outro órgão de fiscalização interna.

“Não é correta a afirmação que os Gaecos e Gecoc do Ministério Público agem sem controle. Toda a atuação ministerial é submetida ao controle de órgãos internos de revisão, das corregedorias locais, do CNMP e do Poder Judiciário. Toda a atuação ministerial é pautada pela transparência e responsabilidade de seus membros", afirma a entidade.

Críticas do ministro

As críticas que incomodaram os promotores foram feitas por Mendes, na última terça-feira (09). Na ocaisão, ele afirmou que discutia com o ministro Celso de Mello a questão das investigações descontroladas do MP, que precisariam ser revisitadas.

“Não obstante, o que se ouve? Que hoje é um festival de investigação sem sequer controle judicial. Fala-se que na Procuradoria-Geral hoje haveria 2,8 mil PICs, chamado procedimento de investigação criminal, sem nenhuma figura de controle", acrescentou o ministro do STF.

Em entrevista a Rádio Gaúcha na segunda-feira (7), Mendes também criticou Rodrigo Janot ao afirmar que o procurador era o mais “desqualificado da história” do Brasil. O ministro disse ainda que Janot não é suficientemente preparado para lidar com os processos da Lava Jato.

"Quanto a Janot, eu o considero o procurador-geral mais desqualificado que já passou pela história da Procuradoria. Porque ele não tem condições, na verdade não tem preparo jurídico nem emocional para dirigir algum órgão dessa importância", avaliou.
 

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • JUCABALA
    10 Ago 2017 às 11:12

    Esse João Plenário de Diamantino é uma piada!!!

  • waldemar
    10 Ago 2017 às 09:41

    Há um ditado popular que diz: "Enquanto os cães ladram, a caravana passa". ´É isso ai !

  • povo
    10 Ago 2017 às 05:28

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • POVO
    10 Ago 2017 às 05:23

    ESTE ELEMENTO É UMA VERGONHA PARA O ESTADO E O PAIS. JÁ PASSOU DA HORA DE TROCÁ-LO....

  • silvio
    09 Ago 2017 às 20:18

    O Gilmar é o Tiririca no Supremo Federal, uma vergonha como magistrado, mas ainda bem que não é eterno, vai passar e cair no esquecimento, ao contrario do Dr. Joaquim Barbosa , este nos da orgulho de que um dia foi presidente do STF.

  • NIVALDO EMILIO
    09 Ago 2017 às 19:55

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Fernanda
    09 Ago 2017 às 18:00

    Esse ministro é uma vergonha para o Estado de Mato Grosso.

  • Vando
    09 Ago 2017 às 17:58

    Tentar desqualificar uma instituicao tao importante.quem e louco e esse ministro.que e uma vergonha para o povo de matogrosso.

Sitevip Internet