Olhar Jurídico

Segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Notícias / Eleitoral

Juiz determina que facebook apague postagens em que Pivetta é agredido verbalmente

Da Redação - Vinicius Mendes

18 Set 2018 - 15:24

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Juiz determina que facebook apague postagens em que Pivetta é agredido verbalmente
O juiz auxiliar da propaganda, Jackson Francisco Coleta Coutinho, determinou que o Facebook remova, no prazo de 24 horas, quatro postagens do morador do luverdense Alex Drescher, onde o jovem agride verbalmente o candidato a vice-governador de Mauro Mendes (DEM), Otaviano Pivetta (PDT). O magistrado ainda determinou que o Facebook forneça os dados cadastrais do jovem.
 
Leia mais:
Juiz determina que Taques retire propaganda com críticas a Mauro Mendes sob pena de multa de R$ 20 mil
 
Na representação de Pivetta, sua defesa alega que no perfil particular de Alex Drescher, este teria feito algumas postagens ofensivas. Pivetta afirma que não conhece Alex nem tem qualquer relação com sua família.

O jovem fez quatro postagens falando do candidato a vice-governador.

Em nenhuma das postagens o jovem diz o nome de Pivetta, no entanto, o juiz ao analisar o que foi dito, entendeu que as referências a “milionário candidato a vice governador de MT” e ”#LucasDoRioVerde#CandidatoViceGovernador”, de modo simples levam à figura pública do candidato a vice-governador Otaviano Pivetta. Ele entendeu que houve ofensa ao candidato.

“A respeito da remoção das postagens do perfil mencionado, merecem prosperar o alegado, mesmo porque, em juízo sumário, me parecem ofensivas e difamatórias, a exemplo de expressões como ‘caloteiro’ que extrapolando a razoabilidade natural descamba para a propagada negativa”.
 
O magistrado determinou então que o Facebook, no prazo de 24 horas, remova as postagens citadas e também que apresente os dados cadastrais de Alex Drescher, para que este possa ser intimado. Na tarde desta terça-feira (18) uma das postagens de Alex permaneciam em seu perfil.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet