Olhar Jurídico

Terça-feira, 24 de setembro de 2019

Notícias / Eleitoral

Selma Arruda aciona TRE para apreender vídeo que afirma que sua candidatura foi cassada

Da Redação - Vinicius Mendes

03 Out 2018 - 08:33

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Selma Arruda aciona TRE para apreender vídeo que afirma que sua candidatura foi cassada
A candidata ao senado, juíza Selma Arruda (PSL), anunciou que vai protocolar uma representação eleitoral na manhã desta quarta-feira (3) no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) com pedido de busca e apreensão de um vídeo apócrifo que começou a circular na noite desta terça-feira (2) afirmando que a sua candidatura ao Senado foi cassada pela Justiça Eleitoral. De acordo com o vídeo, quem votar na candidata do PSL “perderá seu voto”.
 
Leia mais:
Candidatura de Selma Arruda pode ser cassada por suspeita de ‘Caixa 2’
 
“Essa é mais uma mentira que meus adversários estão plantando para tentar confundir o eleitor. Já fizeram de tudo nestas eleições para me atacar, sempre com inverdades e com covardia, porque batem no anonimato, não tem coragem de mostrar a cara, como fazem os piores bandidos”, afirmou a candidata, por meio de sua assessoria.
 
A candidata também mencionou um áudio adulterado no qual aparece parte um diálogo entre ela e o presidente do seu partido, deputado Victório Galli, onde os dois supostamente conversam sobre financiamento de campanha.
 
“Ali fica claro que eu estou sendo pressionada a fazer acordos para obter financiamento a qualquer custo, e fica mais claro ainda que eu me neguei a fazer qualquer coisa errada. Entrei na disputa eleitoral limpa e vou sair limpa. Vamos provar que é possível vencer uma eleição sem ter que violar seus princípios de ética, honra e de cristão”, frisou Selma.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Carlos Nunes
    04 Out 2018 às 08:00

    ih! A Juíza SELMA, desde o início de sua candidatura ao Senado, foi a que mais foi vítima de armações, pra desmoraliza-la, desprestigiá-la, afasta-la do páreo ao Senado. Ora, uma pessoa que procura uma firma de publicidade, espera que a firma, de acordo com o Código do Consumidor, faça tudo dentro da Lei Eleitoral. Essas firmas são especialistas no assunto...sabem o que é certo e o que é errado...tem muito clientes políticos...faturam muito com isso. Se houve alguma irregularidade, ilegalidade, é culpa da firma, que só devia ter feito coisas dentro da Lei Eleitoral. Aliás seria bom a PF, o MP, vasculhar todas as firmas de publicidade, porque todas fizeram alguma coisa pra ganhar dinheiro com os candidatos...resta perguntar: fizeram de acordo com a Lei Eleitoral, ou feriram a Lei Eleitoral. PF, MP, TRE, Receita Federal..tem que passar um pente fino nisso, pois muito dinheiro correu, pago por candidatos a governador, senador, deputados federal e estadual. Agora duvido até se vão declarar as quantias, os cheques, que foram pagos. Deve ter corrido MILHÕES DE REAIS, pois a publicidade é caríssima.

  • Carlos Nunes
    03 Out 2018 às 16:13

    Pois é, a Juíza SELMA foi a mulher corajosa, guerreira, que bateu de frente com o crime organizado, as facções, os corruptos, os traficantes, as máfias de Mato Grosso. Ai, decidiu ser candidata ao Senado, foi só decidir isso...que começou uma campanha mentirosa, difamatória, cheia de armações, pra retira-la do páreo. Todo dia aparecia alguma coisa contra ela...e ela tinha que desmentir mais uma inverdade. É evidente que a Juíza não fez nada contra a lei eleitoral...nem a firma envolvida faria alguma coisa irregular. Se a firma fez...deve ter feito dentro da lei, essa firmas são especialistas nisso, tem muitos clientes, entendem a beça de lei eleitoral, sabem o que pode e o que não pode fazer. Não foi campanha eleitoral, não pediu votos, enfim não feriu nada da Justiça. Melhor candidato a presidente BOLSONARO 17, melhor candidata à senadora Juíza SELMA 170, que será a voz de Mato Grosso junto do BOLSONARO. Ela vai falar pelo Estado, e o BOLSONARO vai ouvi-la. Ela vai pedir a favor das Mulheres, e o BOLSONARO vai fazer pela Mulheres.

  • Eduardo
    03 Out 2018 às 11:48

    "Atenção, vamos buscar e apreender no telefone de todos os 800, mil ou dois mil celulares com o vídeo" ahahahahaha, rindo horrores disso. Bem vindos a 2018.

Sitevip Internet